Manaus, a capital mundial dos desbravadores

Os Desbravadores são um grupo ligado a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Monumento foi estabelecido em Manaus para marcar contribuição que os 342 clubes têm dado à comunidade

Há 16 anos, Esther Cruz se dedica ao clube dos desbravadores de Manaus (AM). Um dia, sua casa em que morava há 15 anos pegou fogo. Ela perdeu tudo. Mas uma ação voluntária dos desbravadores que ela tanto incentivou a fazer o bem começou a mudar o cenário de sua própria vida.

Dessa vez, as ações voluntárias espontâneas foram para reformar sua moradia. Histórias como essa representam a disposição desses meninos e meninas em servir a comunidade. Como reconhecimento às ações sociais à sociedade, a Prefeitura Municipal de Manaus fixou um monumento na Praia da Ponta Negra no Dia Mundial dos Desbravadores. Data foi celebrado no dia 14 de setembro.

Reconhecimento

Manaus foi intitulada como a capital mundial dos Desbravadores. Um grupo é ligado a Igreja Adventista do Sétimo Dia. O monumento em homenagem aos serviços sociais prestados à comunidade é o triângulo dos Desbravadores e um relógio solar.

Segundo o líder da agremiação para a região noroeste, pastor Anderson Carneiro, este reconhecimento serve de motivação para quem integra o Clube.

“Esse reconhecimento significa muito e os motiva a continuarem sendo úteis à sociedade de forma genuína e feliz. Além do que todos os que passarem neste ponto turístico conhecido mundialmente, a praia da Ponta Negra, saberão quem são os desbravadores”, diz.

A secretária municipal de Assistência Social, Cidadania e da Mulher, Conceição Sampaio reforçou a importância das crianças e dos adolescentes incentivarem outros a ajudarem o próximo.

“É uma honra reconhecer com este monumento um grupo que evangeliza e ajuda a comunidade. Esse é o nosso papel! A gente sabe que a juventude é a porta para um novo mundo e uma realidade melhor. E o Clube de Desbravadores prega isso. Apoiá-los é fundamental!”, ressalta.

Desbravadores

Em oito países do território sul-americano existem mais de 12 mil clubes de Desbravadores. Manaus alcança a marca de 342 deles. Praticamente um pra cada bairro da cidade. Segundo o líder de Desbravadores para a América do Sul, pastor Udolcy Zukowski, não há lugar em todo o planeta que ultrapasse essa quantidade.

“A força em Manaus é impressionante. Temos praticamente um clube em cada bairro da cidade. Por isso, neste dia especial, estamos trazendo o título”, pontua.

Batismo da Primavera

Foi em meio ao contraste da cidade e da natureza que muitas pessoas aceitaram a Jesus no cenário da praia da Ponta Negra. A Celebração também encerrou a Caravana “A Maior Esperança”, com o pastor Luís Gonçalves, que aconteceu durante toda a semana, totalizando 2.056 batismos.

De acordo com o presidente da Igreja Adventista na região noroeste, pastor Gilmar Zahn, esse movimento da reflete engajamento e integração. “Toda essa celebração só foi possível porque os ministérios da Igreja trabalham unidos. É uma alegria para todos nós, pastores, e para todos estes que tomaram essa decisão”, esclarece.

Raquel Aguiar é desbravadora e depois de tantas homenagens e reconhecimentos a esse ministério que ela faz parte, entregou sua vida a Cristo junto a outros familiares.

“Hoje estou muito feliz, pois tem tempo que me preparo para este momento. Selar este compromisso no Dia Mundial dos Desbravadores é muito significativo para mim, e ao lado das minhas primas, que também iniciam uma nova vida com Cristo”, conta.


leia mais

Campori de Desbravadores reúne 16 mil adolescentes adventistas em Ipatinga
Clube de Desbravadores Adventista completa 37 anos com festa