31.9 C
Vitória
domingo, 28 novembro 2021

Manato eleito para quarto mandato de deputado federal

Eleito para seu quarto mandato, Manato teve 67.631 votos, 3,77% do total de votos válidos.

Membro da Igreja Cristã Maranata desde 1998, sua bandeira neste próximo mandato é se manter junto à bancada evangélica em busca da manutenção da família. Um dos projetos que quer batalhar é a emancipação de menores que cometerem crimes hediondos.

Comunhão – Como você viu o processo eleitoral? E o resultado?

Achei excelente o processo eleitoral deste ano, porque tivemos condições de discutir o país, no primeiro turno com Marina, Dilma e Aécio, agora no segundo turno com Aécio e Dilma. Todas as eleições difíceis e disputadas são boas porque trazem a oportunidade do eleitor avaliar bem para tomar a melhor decisão.

Também tivemos uma excelente disputa no Estado com Renato Casagrande e Paulo Hartung, onde também foi possível rediscutir o Espírito Santo.

Qual foi o direcionamento da sua campanha?

Esse será meu quarto mandato e percorremos vários municípios, em todas as regiões do Estado, mostrando o trabalho que realizamos durante todos esses anos na Câmara dos Deputados. Foi um bom direcionamento, porque tivemos um crescimento de 2% nessa eleição em relação à eleição passada, demonstrando que nosso trabalho foi reconhecido pelos eleitores.

Qual igreja congrega e há quanto tempo?

Igreja Cristã Maranata, onde congrego desde 1998.

Quais são os seus projetos na Câmara dos Deputados?

Temos 80 deputados que foram eleitos este ano ligados às igrejas, espero que esse grupo defenda o Brasil e defenda a família como sempre tem feito. Nesse caso, pretendo me manter firme nesse propósito.

Ontem mesmo estávamos na Câmara colhendo assinaturas para uma frente contra a legalização das drogas e esperamos conseguir que esse projeto não seja aprovado.

Agora defendemos um projeto para que menores que cometam crimes hediondos sejam imediatamente emancipados para cumprir a mesma pena dos adultos. Não é preciso reduzir a maioridade penal, se esse projeto for aprovado. Atendemos as duas linhas, que defendem e que não querem a mudança.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se