Maio Amarelo: Vitória registra queda de mortes no trânsito

Foto: Diego Alves

Segundo a Coordenação de Informação da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), o número de óbitos de moradores de Vitória no trânsito vem caindo nos últimos quatro anos: de 37 para 28. Em 2013, foram 23 mortes; em 2014, 16; em 2015, 13; e em 2016, 10.

O número de óbitos em geral nos acidentes de trânsito no município também caiu no mesmo período: de 81 para 60.

Apesar dos números revelarem queda, ainda acende um sinal de alerta de que é preciso maior conscientização da população para um trânsito mais humano. Neste mês, a cor amarela ganha destaque com a campanha Maio Amarelo, e a Prefeitura de Vitória criou um calendário de atividades para desenvolver uma cultura de paz no trânsito.

Excesso de velocidade, atitude imprudente do pedestre e direção perigosa do motociclista são as principais causas dos acidentes no trânsito. Desta forma, surgiu o movimento com o intuito de sensibilizar e chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

A coordenadora municipal do Programa Vida no Trânsito, Jacira dos Anjos Pereira, destaca que as vítimas mais vulneráveis são os pedestres. “As lesões causadas pelo trânsito são um problema de saúde pública que podem ser previstas e prevenidas por intervenções de segurança no trânsito e uma maior conscientização dos motoristas e pedestres”, disse.

Além disso, “uma análise racional dos fatores de risco e das causas das colisões entre veículos, além de atropelamentos, é fundamental para subsidiar intervenções intersetoriais que previnam os acidentes, bem como suas consequências, que são as lesões e as mortes”.

Ações

Nessa quarta-feira (03), crianças de Jardim Camburi se fantasiaram de anjos e, junto com agentes de trânsito da Guarda Municipal, abordaram pedestres que atravessavam a via fora da faixa nas ruas do bairro.

Divulgação Setran

O objetivo foi chamar a atenção das pessoas sobre a importância da faixa, principalmente porque o pedestre é a parte mais frágil no trânsito. Uma das pessoas abordadas pelas crianças foi o consultor de saúde Josemar Dias Rezende, de 54 anos. “Eu nem percebi que atravessei fora da faixa. É que, às vezes, estamos com pressa e paramos de prestar atenção”, contou.

Confira o calendário de atividades

4 de maio, das 21 às 23 horas, no Triângulo das Bermudas (Praia do Canto)

Esquetes com abordagens aos temas velocidade, álcool e direção para frequentadores de bares. Parceria da equipe dos projetos sociais da Guarda com a ONG Avalanche.

6 de maio, das 8h às 11h30, em parques e feiras do Centro

Esquetes com abordagens ao tema circulação e condução segura para frequentadores da feira, principalmente idosos. Na praça, haverá atividades educativas com as crianças. Parceria da equipe dos projetos sociais da Guarda com a ONG Avalanche.

9 de maio, das 17h às 18h30, na faixa de pedestres em frente ao Shopping Vitória (Enseada do Suá)

Esquetes com abordagens ao tema circulação e condução segura para frequentadores do shopping. Parceria com a ONG Avalanche.

13 de maio, das 9 às 12 horas, na Curva da Jurema

Esquetes com abordagens ao tema circulação e condução segura para as mães e famílias. Parceria da equipe dos projetos sociais da Guarda com a ONG Avalanche.

16 de maio, das 8 às 10 horas, no Cmei Darcy Vargas (Santo Antônio)

Projeto Teatro de Bonecos da Guarda apresentará aos alunos a peça “Minha Amiga Faixa”.

17 de maio, das 8h às 10h30, no Parque Barreiros (Joana Dar’c)

Equipe dos projetos sociais da Guarda desenvolverá atividades educativas com a temática “trânsito” com os alunos do ensino fundamental e anos iniciais das escolas municipais da região.

18 de maio, das 14h às 16h30, no Parque Horto de Maruípe

Equipe dos projetos sociais da Guarda desenvolverá atividades educativas com a temática “trânsito” com os alunos do ensino fundamental e anos iniciais das escolas municipais da região.

25 de maio, das 9 às 11 horas, na faixa de pedestre do SESC Glória (Centro)

Esquetes voltadas para conscientização de pedestres e condutores para uso e respeito à faixa. Parceria da equipe dos projetos sociais da Guarda com a ONG Avalanche.

27 de maio, das 17 às 22 horas, na Praça dos Namorados (Praia do Canto)

Esquetes com abordagens ao tema circulação e condução segura para frequentadores da praça, principalmente para idosos e famílias. Parceria da equipe dos projetos sociais da Guarda com a ONG Avalanche.

31 de maio, das 21 às 23 horas, na Rua da Lama (Jardim da Penha)

Esquetes com abordagens aos temas velocidade, álcool e direção para frequentadores de bares. Parceria da equipe dos projetos sociais da Guarda com a ONG Avalanche.