31.9 C
Vitória
domingo, 28 novembro 2021

Luciano Subirá: “Não basta chorar com os que choram”

“O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã”

Por Marlon Max

Os últimos dois anos têm sido de muitas perdas, luto e dor para a maioria das pessoas. A pandemia devastou diversas famílias, entre elas, muitos lares cristãos se viram diante do imenso desafio de permanecer fortes na fé.

O pastor do ministério Orvalho, Luciano Subirá elabora que esses momentos de desafio e dor não podem ser compreendidos como um momento de derrota e que em Deus há consolo para todos. O pastor adverte contra pessoas que estão passando por dificuldades e escolhem o isolamento, interrompem a rotina com amigos, com a igreja e, às vezes, com o próprio Deus.

“Não é sábio isolar-se. Somos seres sociais criados para convívio comunitário, precisamos uns dos outros”, explica Subirá que reforça a verdade bíblica sobre tempos difíceis.

Pastor-Luciano-Subirá
Foto: reprodução

“A Bíblia diz que devemos chorar com os que choram (Rm 12:15). Acontece que somente chorar pode significar simples empatia e identificação com a dor do outro, sem que isso resulte numa ação concreta em favor dele”, esclarece.

Para o pastor, não basta “chorar com os que choram”. Segundo ele, na convivência com os irmãos em Cristo devemos encontrar consolo mútuo, que é obra do Espírito Santo.

“Podemos e devemos ir além disso. As Escrituras também determinam que nos consolemos uns aos outros (2 Co 13.11; 1 Ts 5.11). Portanto, mais que chorar junto, mais que apenas entender a dor do outro devemos oferecer consolo. Receber consolo de amigos e parentes irmãos na fé é algo precioso”, frisa.

Não nos esqueçamos, porém, que acima de tudo em primeiro lugar devemos aprender a buscar forças em Deus como fez Davi (1 Sm 30.6), explica o pastor. Os momentos de luto e dor são passageiros, mas isolados se torna mais difícil vencê-los. Subirá encoraja a igreja a abraçar os irmãos em dificuldades e manter constante oração e disponibilidade.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se