20 C
Vitória
segunda-feira, 17 maio 2021

Em breve, a biografia do maior evangelista do século 20

O livro é do pastor Greg Laurie, que conviveu de perto com o evangelista. “Billy Graham: The Man I knew”, mostra o lado humano e íntimo de Graham

Priscilla Cerqueira 

Um novo livro sobre a vida e ministério de Billy Graham foi lançado nos EUA, trazendo um relato humano do maior evangelista do século 20. Em “Billy Graham: The Man I Knew” (“Billy Graham: O Homem que Eu Conheci”), o pastor Greg Laurie, que conheceu o pregador de perto por 30 anos, revela um retrato intimista e pessoal de Graham.

“Eu queria trazer mais de minhas percepções pessoais para o relato. Minhas experiências com ele, e também mostram um lado mais, por falta de uma palavra melhor, humano dele. Acho que ele é quase um vitral na mente de muitos e ele era um ser humano. Portanto, há algumas coisas surpreendentes neste livro. Por exemplo, Billy Graham tem senso de humor ”, disse Laurie.

O livro ainda não tem previsão de ser lançado no Brasil. O autor da obra também descreveu como era a personalidade do pregador das multidões: “Quando ele era jovem, ele era um pouco brincalhão. Billy Graham era uma pessoa que amava se divertir. Ele era uma pessoa inteligente. Ele era uma pessoa muito humilde. Ele era amado por sua família. Seus filhos, netos, bisnetos, eles o chamavam de ‘Papai Bill’. Ele era o mesmo homem em particular que era publicamente. Não havia dois Billy Grahams”, disse.

Um líder influente

Classificado como um dos líderes cristãos mais influentes do século 20, Graham era talvez mais famoso do que muitos presidentes, que pediram seu conselho e orientação espiritual. No entanto, segundo Greg Laurie, ele não se impressionou com a cultura das celebridades e sempre se manteve humilde.

Laurie relata no seu livro, que Billy Graham recebia mais de 8 mil pedidos por ano para pregar e, às vezes, 10 mil cartas por dia. “Ele falaria em algum tipo de reunião como o National Religious Broadcasters, mas não sei se ele alguma vez cobrou uma taxa. Billy nunca foi por dinheiro. Seu foco nunca foi dinheiro. Ele queria levar o Evangelho gratuitamente, como disse o apóstolo Paulo ”, observou Laurie.

Aprendizado e testemunho

Greg Laurie, pastor da Harvest Christian Fellowship e autor de “Billy Graham: The Man I Knew”, que serviu no conselho de diretores de Graham por mais de 25 anos, comenta o que aprendeu com o testemunho deste grande homem de Deus.

“Deus chamou todos nós para servi-lo e segui-lo. E acho que o que precisamos entender é que não é o suficiente apenas começar sua corrida bem como um cristão. Você precisa terminar bem. E Billy fez isso”, afirmou.

*Com informações de Christian Post 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se