“As pessoas não sabem que cristãos são perseguidos”, diz Marco Cruz

Marco Cruz é secretário-geral da Missão Portas Abertas

Ranking de países que mais perseguiram cristãos em 2018 sai amanhã (16), no site da Missão Portas Abertas. Segundo o secretário-geral, Marco Cruz, a lista é uma importante ferramenta de informação

A Missão Portas Abertas divulga amanhã (16) a mais nova atualização da Lista Mundial da Perseguição. Trata-se de um ranking com os 50 países de onde é mais difícil ser cristão.

A Lista Mundial da Perseguição é atualizada há 25 anos por meio de um detalhado processo de monitoramento às hostilidades a cristãos ao redor do mundo.

Basicamente, a perseguição é mensurada em três níveis de gravidade: alta, severa e extrema. Com exclusividade, o secretário-geral da Missão Portas Abertas, Marco Cruz, informou que, na nova lista, 29 das 50 nações estão no nível máximo de perseguição.

A Portas Abertas registrou 16% de aumento constante da perseguição a cristãos por conta de sua fé, entre 2014 e 2019

“A Lista Mundial da Perseguição é, entre outras coisas, uma ferramenta de informação. Grande parte da população no Brasil e no mundo não sabem que existe perseguição. Nosso trabalho é de apoiar o cristão perseguido em seu contexto para que ele consiga ser sal e luz, e alcance outras pessoas em seu país”, ressalta Cruz.

Confira nesta quarta-feira uma matéria completa sobre a Lista Mundial da Perseguição.

Assista


LEIA MAIS

Perseguição – Dezenas de cristãos são detidos na China
Dia da Igreja Perseguida 2019 será Coreia do Norte
Missionário é morto ao tentar evangelizar tribo isolada
Abrigos cristãos são fechados na Índia
Campanha para ajudar cristãos na Coreia do Norte