19.9 C
Vitória
domingo, 21 abril 2024

Líbia: seis pessoas são condenadas à morte por conversão ao Cristianismo

Foto: Reprodução

Fechado ao Evangelho, o país africano está na 5ª posição na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2023 elaborada por Portas Abertas

Por Patricia Scott 

No Líbano, seis pessoas foram condenadas à pena de morte após se converterem ao Cristianismo. No país africano, é cada vez mais frequente a utilização das leis que impedem o livre arbítrio das pessoas para a escolha da crença que desejarem.

O artigo 207 do código penal do país prevê castigos severos para aqueles que tentam compartilhar opiniões que pretendam “alterar princípios constitucionais fundamentais, ou as estruturas fundamentais da ordem social”. Assim, quem é flagrado com livros, folhetos, desenhos, slogans ou qualquer outro objeto que promova o Cristianismo é severamente perseguido e punido.

“Houve um aumento no uso do artigo 207 contra ativistas da sociedade civil e organizações internacionais na Líbia, no ano passado. Até hoje, ainda sou ameaçada apenas por defender a liberdade de crença. A sociedade não aceita discussões sobre a liberdade de crença”, revelou Noura Eljerbi, ativista dos Direitos Humanos.

- Continua após a publicidade -

A ativista revelou ainda que, mesmo antes da detenção destas pessoas, “houve uma forte campanha contra eles nas redes sociais”. Vale salientar que a Líbia está na 5ª posição na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2023, elaborada por Portas Abertas, que destaca as 50 localidades onde é mais difícil para um cristão viver. A conversão do islamismo ao cristianismo não é vista somente como uma traição ao islã, mas também à família e à tribo.

Com informações The Guardian 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -