“Lázaro e rico”: parábola ou história real?

Essa mensagem da Bíblia é uma parábola, não uma história real; e nos foi deixada por Jesus bem contextualizada para os dias daquele tempo, mas carregada da verdade eterna

É um relato registrado apenas no Evangelho de Lucas 16:19-31. Alguns estudiosos reputam como uma história verdadeira. O principal ponto de discussão acontece pelo fato de Jesus ter nomeado o mendigo: Lázaro. Esse é o único relato de Cristo registrado nos Evangelhos em que um nome foi atribuído a um dos personagens.

No entanto, essa linda mensagem da Bíblia é uma parábola, não uma história real; e nos foi deixada por Jesus bem contextualizada para os dias daquele tempo, mas carregada da verdade eterna, estabelecendo um paralelo entre o rico e o pobre, entre o salvo e o não salvo pela graça de Deus, entre o inferno e o céu.

Nela, o Messias nos adverte sobre o uso indevido das riquezas e sobre o modo desprezível de se tratar o próximo. Além disso, censura o excessivo amor aos bens materiais e a ostentação, em detrimento a verdade do Reino de Deus no porvir.

O Senhor também nos ensina que aqui é a nossa oportunidade e a nossa chance de salvação para herdar um lugar maravilhoso no futuro. Após a morte, nada mais poderá ser feito pela sua alma.


leia mais

Desviados: onde estão aqueles irmãos que caminhavam conosco?
Fé em ação