17 C
Vitória
quarta-feira, 5 agosto, 2020

Lama de barragens chega ao Estado nesta segunda-feira

Leia também

PIB contraiu 11,2% no 2º trimestre de 2020

Em relação ao segundo trimestre de 2019, a queda na atividade econômica apontada pelo IAE foi de 11,7%

Esperamos que agosto seja o pico da covid-19 nas Américas, diz Jarbas Barbosa

Durante a coletiva, o diretor-assistente da Opas comentou o fato de que o padrão de transmissão da doença na América Latina tem se mostrado distinto da Europa

Brasil: Prefeitos se unem em campanha de combate à covid-19

Iniciativa é da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que negociou com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorização especial para veicular comunicação sobre a doença em jornais, sites, rádios e na TV durante toda a pandemia

A lama proveniente do rompimento das barragens da mineradora Samarco em Bento Rodrigues, zona Rural de Mariana, Minas Gerais, está chegando ao Espírito Santo. Segundo previsões do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), emitidas em um novo comunicado feito neste domingo (8), a onda formada pelos dejetos de mineração deve chegar em Baixo Guandu e Colatina, na segunda-feira (09) e início de terça-feira (10), respectivamente. Já o município de Linhares, deve ser atingido na madrugada da próxima terça-feira. 

Por essa razão, o abastecimento de água nas cidades onde a captação é feita pelo Rio Doce será suspenso até que a qualidade da água se normalize para consumo. No sábado pela manhã, o governador Paulo Hartung se reuniu com uma comissão na residência oficial, na Praia da Costa, em Vila Velha, para definir um plano de ação para a passagem do mar de lama.

O governador alertou para a necessidade das populações ribeirinhas às margens do Rio Doce deixarem suas casas e evacuarem a área até que a onda passe.
A primeira medida do Governo do Estado foi comunicar aos municípios sobre o problema e agilizar a retirada dos moradores que estão próximos às margens do rio.

Durante as nove horas de passagem do material, as cidades onde a captação e fornecimento de água das cidades que serão suspensas, principalmente de Colatina, terão o apoio da Cesan com o abastecimento por meio de carros-pipa, embora o diretor-presidente da Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH), Robson Monteiro, acredite que o impacto será menor no Espírito Santo: “Estamos monitorando, desde Minas Gerais, a passagem da enchente de lama, e com o apoio da EDP Escelsa, vamos fazer um procedimento para reduzir a força deste volume com as hidroelétricas localizadas em solo capixaba”.

A Defesa Civil Estadual também acompanha a situação e tem monitorado, junto às Defesas Civis municipais, o trajeto da lama. Coronel Fabiano Bonno destaca que a população pode ficar tranquila, pois não vai acontecer nenhum desastre nos municípios do Estado: “Nosso foco é retirar a população ribeirinha que possa ficar em risco com o aumento da vazão do Rio Doce e auxiliar na logística, caso haja desabastecimento de água nas cidades de Colatina, principalmente, Baixo Guandu e Linhares”, ressaltou.

A Prefeitura de Colatina emitiu um alerta à população para que economize água e faça reservas para serem usadas no período em que o abastecimento não for normalizado.
A onda de lama vem descendo pelo Rio do Carmo, até chegar ao Rio Piranga e encontrar com o Rio Doce ainda em Minas Gerais. Por onde tem passado, tem deixado um rastro de enchente e invadido algumas casas que estão às margens do rio.

As barragens do Fundão e Santarém fazem parte da Mina de Germano, onde é realizada a extração do minério de ferro. O rompimento aconteceu na quinta-feira (05/11), por voltas das 16 horas, e devastou o distrito de Bento Rodrigues, na zona rural de Mariana.

Até o momento, o número oficial é de 28 desaparecidos entre moradores da cidade e funcionários de uma empreiteira da Samarco. Uma morte foi confirmada de um dos funcionários por infarte.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Helena Tannure e Alda Célia no Congresso Vitoriosas

É a terceira edição do evento, que é voltado para mulheres. O tema do Congresso Vitoriosas 2020 será Transformadas. Saiba mais! 

Lagoinha abre curso Linhas de ensino; Saiba mais!

As aulas das turmas do primeiro módulo do Curso Linha de ensino se iniciam a partir de 17 de agosto. Saiba mais!

Fórum literário: O absurdo, a esperança e mais além

Realizado desde 2016, o Fórum literário é um curso para peregrinar nos caminhos da arte e da fé cristã. Evento, que será online, começa hoje, 27. Saiba mais aqui! 

Marcha pra Jesus é cancelada em São Paulo

Por causa do coronavírus a prefeitura de São Paulo cancelou a Marcha para Jesus. O maior evento cristão do mundo ocorreria em 02 de novembro deste ano

Plugue-se

Amanda de Sá feat Sanderson Moraes “Nossa bandeira”

Nossa bandeira é o terceiro lançamento da artista pela Sony music desde que venceu o festival de Música Eagle, edição ES, em setembro do ano passado

Faces da perseguição: o preço de viver pela fé

Viver pela fé em meio a perseguição. Na séria faces da perseguição, mostra a história do pastor Jean Marc, que enviou a família para um esconderijo no Congo, mas ficou na República centro-africana por causa da igreja. Saiba mais!

Max Weber: Economia e religião estão interligadas?

No livro "A ética protestante e o espírito do capitalismo", o sociólogo alemão, Max Weber, se debruça em um estudo minucioso sobre as religiões e o sistema econômico do século XX

Vida após a morte em “O Céu é de Verdade”

"O Céu é de verdade" foi sucesso de bilheteria nos Estados Unidos, conta a história de uma criança que visita o paraíso em uma experiência de “quase morte”