28.8 C
Vitória
terça-feira, 23 abril 2024

Justiça penhora R$ 254 mil de Marco Feliciano por discriminação

Foto: Reprodução

A medida ocorre após condenação em processo movido por ONG que o acusava de incentivar a discriminação contra a comunidade LGBTQIA+

Por Patricia Scott 

A Justiça de São Paulo penhorou R$ 254.240,75 de uma conta do deputado federal Marco Feliciano (PL-SP). A decisão, do último dia 5 de maio, ocorre após o parlamentar ter sido condenado em processo movido pela ONG Ação Brotar pela Cidadania e Diversidade Sexual (Abcd’s).

A coluna de Ancelmo Gois, no jornal O Globo, divulgou que o valor será destinado à ONG. A condenação é referente a uma ação movida, em 2015, pela Abcd’s.

O caso teve início quando uma atriz desfilou crucificada na Parada Gay de São Paulo, em ato de protesto contra o alto número de mortes entre pessoas LGBTQIA+. Na época, Feliciano classificou o protesto como “blasfêmia”. O deputado afirmou que a organização do evento teria cometido “crime de profanação contra símbolo religioso”, além de defender a proibição da Parada Gay. Assim sendo, a justiça entendeu que o deputado cometeu ato discriminatório.

- Continua após a publicidade -

Inicialmente, Feliciano foi condenado a pagar R$ 100 mil por danos morais coletivos. O valor vem sendo corrigido desde então, até alcançar o montante atual.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -