26.1 C
Vitória
terça-feira, 7 abril, 2020

Lula é condenado por unanimidade e julgamento é encerrado

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

PIB da China deve ter no 1º trimestre a primeira queda em 40 anos, diz estudo

O Produto Interno Bruto (PIB) da China deverá registrar no primeiro trimestre a sua primeira queda em quarenta anos, mostra o estudo "Perspectivas do Desenvolvimento Econômico Chinês pós-Covid-19 e impactos para a economia brasileira"

Plataforma Inteligente no combate ao coronavírus no ES

O Centro de Comando e Controle para Ações e Prevenção ao Coronavírus no Estado do Espírito Santo lançou uma Plataforma Inteligente contra a Covid-19. Saiba mais!

Rainha Elizabeth II: “dias melhores virão”

Em 68 anos de reinado este foi o quinto discurso realizado por Elizabeth II, que destacou o esforço dos profissionais do sistema público de saúde na luta contra o covid-19

Igrejas de Cuba terão espaço na televisão nacional

Os evangélicos cubanos de diferentes denominações haviam compartilhado através das redes sociais um pedido dirigido ao Instituto Cubano de Rádio e Televisão (ICRT) , para incluir conteúdo cristão em sua programação regular.

O ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado por unanimidade na segunda instância. Julgamento acabou, mas ainda cabem embargos e declaração.

O desembargador do TRF-4 Victor Laus proferiu, por volta das 17h40 desta quarta (24), o terceiro e último voto a favor da manutenção da sentença de Sérgio Moro contra Lula. O ex-presidente foi condenado por unanimidade na segunda instância, por causa do caso triplex.

No meio da leitura do voto, que durou quase uma hora e meia, Laus disse que Lula “perdeu o rumo” no exercício do mandato, que não enxergou limites para o poder e tampouco respeitou a dimensão do cargo. Além de ter tomado conhecimento de corrupção na Petrobras e nada ter feito.

O desembargador iniciou a intervenção afirmando que esperou o relatório de Gebran e a revisão de Leandro Paulsen, que foi o segundo desembargador a votar. Os dois conhecem melhor os detalhes do caso triplex em segunda instância.

João Pedro Gebran

Antes, o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do processo, deu voto a favor da sentença de Sérgio Moro. E afirmou que ex-presidente foi articulador de esquema de corrupção. E aumentou a pena de Lula para doze anos e um mês.

O desembargador Leandro Paulsen, revisor do caso, também votou. E abriu sua fala negando que o julgamento de Lula tenha motivações políticas e afirmando que nenhum presidente “está acima do bem e do mal”. O último a votar será o desembargador Victor Luiz dos Santos Laus. Antes disso, porém, Ministério Público e defesa irão se manifestar.

Votação

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, julga hoje (24) recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A apelação é contra a condenação a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex do Guarujá – aplicada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, em Curitiba (PR).

Manifestação

Cerca de 15 pessoas representantes dos movimentos “Curitiba Contra a Corrupção” e do “Acampamento Lava Jato” estão acompanhando a sessão do julgamento do ex-presidente Lula em frente ao prédio da Justiça Federal, em Curitiba (PA).

Julgamento

Nenhum veredicto anunciado hoje terá caráter definitivo. É que duas questões em jogo. A possibilidade de Lula concorrer nas eleições deste ano e de ser preso. Estarão sujeitas a recursos do petista, que responde a outros oito processos na Justiça.

O placar do julgamento é crucial. Se perder por 2 votos a 1, o petista terá direito a entrar com embargos infringentes. Eles podem arrastar a decisão final por meses e até reverter o resultado. Um revés por 3 a 0 limitaria a defesa aos embargos de declaração, que não alteram a sentença e podem ser julgados em menos de um mês.

Condenação

O ex-presidente Lula foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão, por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em julho de 2017. A sentença foi dada em primeira instância pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato.

Outras informações sobre o caso acompanhe em Comunhão. Com informações da Agência Brasil e BBC Brasil.

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Live: “As perguntas cruciais a serem respondidas na crise”

Um dos 25 melhores CEO’s dos EUA, Craig Groeschel fará nesta quinta-feira (02), às 10h30, uma Live exclusiva para o Brasil com tradução simultânea

Vigília online ‘Há uma Luz’: um clamor contra o covid-19

Para levar paz e esperança à população afetada pela pandemia global da Covid-19, a plataforma cristã, InChurch, organizou a vigília online “Há uma Luz” nesta quarta (1º).

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Vencendo o medo é tema de campanha da SBB

Nesses tempos difíceis que o Brasil e o Mundo têm enfrentado, a Sociedade Bíblica do brasil quer levar Esperança às pessoas. Por isso, foi lançada a campanha de evangelização "Vencendo o Medo", com o objetivo de compartilhar a Palavra de Esperança.

Danilo Franco traz o pop pentecostal em “Confio em Deus”

Em tempos de isolamento social, a mensagem da canção "Confio em Deus", de Danilo Franco, pode fazer grande diferença na vida de milhares de pessoas. 

Serginho, do Roupa Nova, em projeto gospel

Conhecido por integrar um dos maiores grupos musicais do Brasil, o Roupa Nova, Serginho agora lança "releituras", um projeto com louvores consagrados do meio evangélico

“Me aproximei mais de Deus”, desabafa Yudi Tamashiro

Chorando muito, Yudi Tamashiro contou que a doença foi descoberta há dois meses. Mas só esta semana foi confirmado que o tumor é maligno. Então ele fez um desabafo.