26.6 C
Vitória
terça-feira, 30 novembro 2021

Judah 1, a primeira companhia aérea cristã do mundo

O propósito da Judah 1 é exclusivamente para transportar missionários pelo mundo. É um ministério da aviação sem fins lucrativos

A primeira companhia aérea cristã do mundo será oficialmente lançada em 2021. Com o propósito exclusivamente missionário, a Judah 1 vai ajudar missionários a levaram a mensagem do evangelho, além de ajuda humanitária em países em crise ao redor do mundo.

Trata-se de um ministério da aviação sem fins lucrativos. Segundo informou o CEO da Judah 1, Everett Aaron, a partir do próximo ano, a companhia vai deixar de ser privada “para se tornar um verdadeiro padrão de companhias aéreas”.

“Até o final do ano que vem, gostaríamos de ter de três a quatro aviões grandes. Agora já temos em nossa frota um Boeing 767-200ER, com capacidade para 238 pessoas, que pode ir a qualquer parte do mundo e carrega 30 toneladas de carga”, afirmou.

A Judah 1, atualmente baseada no Aeroporto Regional de Shreveport, Louisiana (EUA). E transportava pequenos grupos de missionários para áreas de desastre e campos missionários em sua capacidade de companhia aérea privada.

Livre acesso

A empresa será certificada pela Administração Federal de Aviação dos EUA. Um dos pontos que a distinguirá das outras é que, na Judah 1, missionários não vão precisar pagar pelas suas cargas. Além disso, terão livre acesso em países bloqueados, locais que as demais empresas não podem acessar.

“Temos permissão para entrar em países que estão bloqueados, enquanto as companhias aéreas normais não podem. Não precisamos ter rotas aprovadas. Isso significa que podemos ir aonde e quando quisermos, ao contrário da maioria das companhias aéreas que precisam ter determinados horários para voar e certas rotas”, explicou Aaron.

Sobre a Judah 1

A companhia aérea cristã surgiu há três décadas. Everett Aaron conta que teve uma visão de Deus para o ministério.

“Deus me deu uma visão de ‘aviões alinhados até onde se podia ver, cheios de comida, suprimentos médicos e Bíblias’. Os motores foram acionados e eles estavam prontos para partir. Havia pessoas na frente desses aviões, esperando para embarcar neles. Mas elas não entrariam nas aeronaves. Questionei a Deus sobre elas não poderem embarcar e a resposta foi: ‘É para isso que estou te chamando'”, relata.

Veja o vídeo “Retrato de um aviador”

*Com informações de judah1 e Christian Post

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se