back to top
21.9 C
Vitória
domingo, 23 junho 2024

Jogadores discutem possibilidade de técnico estrangeiro

Jogadores da seleção discutem possibilidade de técnico estrangeiro - Foto: © Rafael Ribeiro/CBF/Direitos Reservados
Jogadores da seleção discutem possibilidade de técnico estrangeiro - Foto: © Rafael Ribeiro/CBF/Direitos Reservados

Entre os nomes especulados para a posição um dos que aparecem com mais força é o do italiano Carlo Ancelotti, comandante do Real Madrid

A seleção brasileira se prepara para o primeiro compromisso após a frustrante campanha na Copa do Mundo do Catar, na qual terminou na 7ª posição. Diante do Marrocos, no próximo sábado (25), o Brasil não terá mais no banco de reservas Tite (que saiu da equipe após o Mundial), quem estará na posição é o interino Ramon Menezes. E a possibilidade de um estrangeiro assumir o comando da equipe canarinho foi abordada na entrevista concedida pelo goleiro Ederson nesta terça-feira (21).

Entre os nomes especulados para a posição um dos que aparecem com mais força é o do italiano Carlo Ancelotti, comandante do Real Madrid (Espanha).

Ao ser questionado sobre a possibilidade de o técnico da equipe espanhola assumir a seleção, o goleiro Ederson afirmou que acha uma grande escolha: “É verdade. comentei com o Casemiro, Vinícius Júnior e Militão [jogadores da seleção que defendem o Real Madrid]. Existe uma grande possibilidade de ele vir […]. Pelo que falaram, é um treinador excepcional. Que todos no grupo gostam dele. Tem uma carreira muito vitoriosa, é só olhar o currículo dele. Veremos num futuro próximo se ele estará aqui ou não”.

Ederson e Ancelotti podem se encontrar em uma possível semifinal de Liga dos Campeões, mas em lados opostos no gramado, no caso de o Manchester City (Inglaterra) e o Real Madrid avançarem para as semifinais da principal competição de clubes da Europa. E o goleiro brincou com a possibilidade de enfrentar o italiano: “Vamos em busca desse resultado [eliminação do Real Madrid na Liga dos Campeões] para ele vir o mais rápido possível”.

- Continua após a publicidade -

Técnicos estrangeiros na seleção

Caso um estrangeiro assuma a seleção brasileira, este não será um fato inédito. Em três oportunidades o Brasil já teve um treinador de outro país em seu comando. A primeira foi durante o Sul-Americano de 1925, na qual o uruguaio Ramón Platero assumiu a posição. Em 1944, o português Jorge Gomes de Lima, mais conhecido como Joreca, dividiu o comando da equipe canarinho com Flávio Costa.

Por fim, em 1965, o argentino Filpo Nuñez comandou a seleção, que era formada apenas por atletas do Palmeiras no festival de abertura do Mineirão.

Com informações Agência Brasil

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -