27.3 C
Vitória
segunda-feira, 30 março, 2020

Japoneses ainda não foram alcançados

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Abertura dos jogos olímpicos acontecerá em julho de 2021

Os Jogos Olímpicos de Tóquio têm nova data definida para serem realizados: de 23 de julho a 8 de agosto de 2021 na capital japonesa

Hospital no Pacaembu deverá ser entregue em abril

A construção para receber pessoas com a Covid-119 é uma parceria entre Hospital Israelita Albert Einstein e Prefeitura de São Paulo

Bolsonaro recorrerá da decisão da Justiça de fechar igrejas

Uma ação do Ministério Público Federal, a Justiça Federal suspendeu a validade dos decretos presidenciais que incluiu na lista de serviços essenciais, os templos religiosos e casas lotéricas. Confira!

Covid-19: número de mortes no Brasil sobe para 136

Os casos confirmados da doença aumentaram de 3.904 para 4.256. Confira!

Segundo a International Mision Board (IMB), ao compartilhar o evangelho com um japonês, há 99% de chances de que essa seja a primeira vez que ouve a mensagem de salvação

A população japonesa pode ser classificada como um grupo de pessoas não alcançadas ao cristianismo. É o que diz a International Mision Board (IMB). Ao compartilhar o Evangelho com um japonês, há 99% de chances de que essa seja a primeira vez que ela ouve a mensagem da Palavra de Deus.

Segundo a IMBE, os japoneses não alcançados costumam ser empresários trabalhando em arranha-céus e jovens adultos com conexão digital incomparável.

Esperança

Com a proximidade das Olimpíadas do Japão, que acontecem em meados de 2020, os missionários veem uma “oportunidade sem precedentes de alcançar os japoneses com o Evangelho”. O evento esportivo pode deixar “o povo japonês cada vez mais aberto a ouvir sobre esperança e vida eterna”.

Essa possibilidade, está entusiasmando os cristãos e missionários japoneses que podem ver a história cristã no país ser mudada. Daniel e Tara Rice, missionários do IMB em Tóquio, esperam que as porcentagens daqueles que não ouviram o evangelho diminuam.

Nos últimos seis meses e nos meses que antecederam os Jogos Olímpicos de Verão de 2020, as igrejas dos Rices e do Japão estão realizando festivais comunitários. Os festivais contarão com jogos para a família, atividades, comida e apresentações do Evangelho. Voluntários das igrejas batistas do sul dos EUA são os principais parceiros nos festivais.

“Os festivais são vistos como um primeiro passo no discipulado”, disse Daniel. “Eles estão sempre conectados a uma igreja local, e nós encorajamos fortemente que a igreja local tenha algo planejado a seguir”.

Durante as Olimpíadas, as equipes missionárias se concentrarão no evangelismo através de coisas como uma cafeteria pop-up e troca de pinos olímpicos. O objetivo de cada esforço será compartilhar o Evangelho com japoneses e visitantes que possam ser mais receptivos à mensagem.

Influência cultural

Carlton Walker, que trabalha no Japão há 40 anos, diz que o país tem uma cultura de homogeneidade. O isolamento geográfico do Japão manteve muitas influências externas. Isso não quer dizer que não houve influências externas. Parte do alfabeto japonês, o Kanji, veio da China, assim como o budismo.

No entanto, o domínio imperial japonês trouxe isolamento político por mais de 200 anos. A tradição ditava que as classes sociais mais baixas, como os pescadores, eram respeitadoras das mais altas, e as classes não se misturavam. As mudanças na sociedade foram mínimas.

Os japoneses têm um ditado famoso: “A unha que sobressai é martelada”. Esse medo de ser derrotado manteve o status quo. Manter a unidade e a uniformidade da cultura tem sido mais importante para eles.

Walker diz que os japoneses ouvirão apresentações sobre o Evangelho e, como muitas pessoas em culturas de honra / vergonha, não querem envergonhar a pessoa que compartilha o Evangelho, discordando delas. Isso pode fazer parecer que a pessoa que está ouvindo o Evangelho está interessada quando o oposto pode ser verdadeiro.

Walker explica que o método evangelístico ocidental de compartilhar que pecamos e precisamos nos arrepender não é eficaz no Japão. Mais eficaz é enquadrar o Evangelho como a vergonha de um relacionamento quebrado que precisa ser restaurado.

Embora a história e a cultura tenham sido obstáculos para o avanço do Evangelho, os missionários do IMB dizem que, sob o verniz da tradição e a cultura de honra e vergonha, um zelo religioso está esperando para ser revelado.

Era de restauração

Como na maioria das sociedades, o zelo e o fervor podem ser facilmente encontrados em festivais e eventos esportivos no Japão. Os Rices e Walker dizem que a atmosfera permite liberdade de expressão. Nessas ocasiões, os missionários dizem que os japoneses têm maior probabilidade de ouvir as apresentações do Evangelho.

*Com informações do BP News

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Programas on-line para mentoreamento de homens e mulheres

Ministérios vão transmitir série de lives com objetivo de fortalecer as famílias e oferecer aos pastores, líderes e cônjuges ferramentas para o cuidado intencional, discipulado e mentoreamento

Vem aí o Festival de Cinema Cristão 2020

Entre as novidades do Festival desse ano estão a abertura para a categoria de filmes para surdos e mudos. Inscrições começam dia 1º de abril e vão até 30 de junho

Um encontro diário com a Palavra de Deus

A SBB mobiliza-se para levar esperança à população brasileira, disseminando, pelos meios digitais, a mensagem da Bíblia Sagrada. Entre as ações estão a campanha #PalavradeEsperança e o podcast Um minuto com a Bíblia

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia