21.1 C
Vitória
quinta-feira, 2 julho, 2020

Israel bombardeia alvos do Irã na Síria

Mais lidas

Queimada na Amazônia em junho é a maior dos últimos 13 anos

Mesmo com o Exército na região, as queimadas na Amazônia têm maior número de focos de calor no mês desde 2007

Xavantes contabilizam 32 mortos e se unem para enfrentar a covid-19

O Conselho Indígena Missionário já contabiliza 380 mortes de índios no País. Saiba mais! 

Governo prorroga restrição para entrada de estrangeiros no Brasil

Portaria que estende o prazo saiu no Diário Oficial da União de hoje. Saiba mais! 

Câmara pode votar hoje proposta que adia eleições deste ano

PEC foi aprovada na semana passada no Senado.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) afirma que os ataques deixaram 11 combatentes mortos, incluindo dois sírios

Forças de Defesa de Israel desencadearam uma série de bombardeiros, na madrugada desta segunda-feira (21), sobre posições da unidade de elite dos Guardas Revolucionários do Irã, nos arredores da capital síria, Damasco. Foram também atingidos componentes da defesa antiaérea do regime de Bashar Al Assad.

A operação militar, de acordo com organizações militares do Estado hebraico, teve como alvos posições da Força Quds, a unidade de elite dos Guardas Revolucionários do Irã.

Os bombardeios seguiram-se ao disparo, na véspera, de um foguete, a partir da Síria, contra os Montes Golã – região anexada por Israel depois da Guerra dos Seis Dias, de 1967. O projétil foi interceptado pelo sistema de defesa Cúpula de Ferro.

Por sua vez, as forças leais a Bashar Al Assad garantem ter abatido a maior parte dos mísseis lançados por Israel. Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, organização com escritórios em Londres, teriam morrido pelo menos 11 combatentes pró-regime.

Em um gesto pouco comum, as Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) anunciaram no Twitter o início dos ataques contra a Força Quds.

“Começámos a atingir alvos iranianos da Quds em território sírio. Advertimos as Forças Armadas sírias contra qualquer tentativa de atingir forças ou território israelitas”, diz a mensagem na rede social.

A mesma rede foi utilizada para publicar imagens da operação e enumerar alvos: locais de armazenamento de munições, uma posição no Aeroporto Internacional de Damasco, instalações dos serviços secretos iranianos e um campo de treino militar.

*Com informações da Agência Brasil.


leia mais

Israel recebeu mais de 4 milhões de turistas em 2018
Bolsonaro busca ajuda de Israel para dessalinizar água
Austrália reconhece Jerusalém como capital de Israel
Em busca dos espaços sagrados de Israel

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

Denzel Washington e seu encontro sobrenatural com o Espírito Santo

O ator é bem conhecido por interpretar o papel de Malcolm X - um filme biográfico relacionado às atuais tensões raciais nos Estados Unidos e o Livro de Eli

Petição pede cancelamento de filme que descreve Jesus como lésbica

A petição, que já conta com mais de 137 mil assinaturas, é da Comissão Cristã de Cinema e Televisão internacional

Amanda Loyola lança seu primeiro single pela Sony

"Bússola" faz parte do primeiro EP da cantora pela gravadora, que conta com sete canções.

Músicos e artistas capixabas em “Carta para sociedade”

Em uma mensagem de esperança, Carta para sociedade conta com a participação de Alessandra Rangel, Jeremias Reis e outros músicos capixabas