27.1 C
Vitória
terça-feira, 16 abril 2024

Israel Belo de Azevedo: Você sabe o que é ser e ter amigos?

"A tolerância é o teste mais óbvio da amizade"

Vivemos em um mundo em que as relações pessoais estão cada vez mais desconectadas. Mas é possível cultivar amizades e compartilhar a vida

Por Lília Barros

Ninguém deseja cultivar uma amizade que funcione como uma espécie de investimento, sem amor, sem lealdade, sem cumplicidade. Ao contrário disso, já está provado pela ciência médica os benefícios que uma verdadeira amizade traz para quem encontrou um amigo. A Bíblia é recheada de instruções sobre a influência da amizade na vida das pessoas. Entretanto, muitos duvidam da existência desse relacionamento saudável, duradouro e incondicional; outros gostariam de saber identificar quem poderia se tornar amigo.

Então, o que é ser amigo no cotidiano? Que dicas podemos seguir para merecer a presença e confiança de nossos amigos? Como conquistar esse privilégio de compartilhar a vida com quem não te julga, mas apoia? A revista Comunhão convidou o escritor, professor e teólogo, Israel Belo de Azevedo, pastor da Igreja Batista Itacuruçá, na Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro, para uma conversa sobre o tema. Ele é graduado em Comunicação, pós-graduado em História e em Teologia e Doutor em Filosofia.

Foi professor e diretor do Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil e vice-reitor da Universidade Gama Filho. A convite da Rede Globo e TV Futura, participa do programa “Sagrado”, em que pensadores de diferentes religiões comentam temas diversos propostos por essas emissoras.

- Continua após a publicidade -

Confira a entrevista de Israel Belo:

Comunhão: O que caracteriza uma amizade verdadeira? É possível identificar?

Israel Belo de Azevedo: A verdadeira amizade se mede pela disposição de tornar melhor a vida do outro. O interesse de um amigo é o benefício do outro. Não ganhamos nada com a amizade; até perdemos.

Nós perdemos, mas o outro ganha. A verdadeira amizade é a negação do egoísmo, natural em nós.

O amigo aparece quando precisamos dele; não quando ele precisa de nós; o amigo nada tira de nós; apenas nos dá; o amigo não espera reciprocidade; amigo busca palavras para dizer a verdade, mas sem se impor, sem ferir; o amigo tem prazer em estar conosco; o amigo nos tolera em nossas diferenças de temperamento, de religião, de teologia, de ideologia. A tolerância é o teste mais óbvio da amizade; o amigo põe a mão no bolso para resolver o nosso problema.

Ser amigo é procurar, na medida do possível, estar perto da amiga mais velha, para aprender com ela, para fruir a companhia dela, para gargalhar largamente com ela e para cuidar dela se for necessário, sem nada esperar em troca. Ser amigo é sentir prazer em estar na companhia do outro, viajar com o outro, dirigir o carro para o outro, estimular o outro, ajudar o outro, buscar o bem do outro, por admirá-lo e desejar o sucesso dele, sem nada esperar em troca.
Ser amigo é pegar um avião para visitar o amigo recém-operado, é continuar fiel mesmo que o amigo falhe seriamente, é atravessar cidades para ser testemunha de casamento de um amigo de longa data, e tudo sem nada esperar em troca.

Perdurará a amizade que não for uma espécie de investimento, por ter como fundamento tão somente o amor. Alguns dirão que a amizade verdadeira não existe. Existe. Ela pode ser quebrada, mas pode ser recuperada.

Israel Belo de Azevedo: Você sabe o que é ser e ter amigos?
Se a enfermidade for física, nosso amigo pode nos acompanhar. Se for emocional, nosso amigo pode nos aconselhar – Foto: Israel Belo/Acervo próprio

Amizade exerce influência na vida das pessoas? Em que sentido?

Nós somos moldados por nossos amigos. Com eles e por causa deles, escolhemos nossas profissões. Por influências deles, tomamos decisão sobre a nossa fé. Com os nossos amigos, aprendemos a pensar. Com os nossos amigos, vivemos experiências que nos definirão para sempre.

Existimos como pessoas por nos relacionarmos. Uma pessoa não existe sem a outra. Uma pessoa sozinha não é ainda uma pessoa.

É por isso que, depois de uma decepção que nos leva a declarar que não teremos mais amigos, nós nos voltamos aos relacionamentos.

A presença de um amigo tem o poder de curar alguém? Por quê?

Se a nossa enfermidade for física, nosso amigo pode nos aconselhar e nos acompanhar. Se for emocional, nosso amigo pode nos deixar mais fortes. Se for espiritual, nosso amigo pode orar e cantar conosco. A solidão nos adoece. A amizade nos cura.

Existe diferença de amizade com homens, com mulheres, com crianças, entre namorados, casais, patrão e empregado, etc. O que muda nessas relações?

O amor está no topo na amizade, que será diferente em cada tipo de relacionamento. O amor é entrega, mas esta entrega será especial para cada grupo de pessoas. Cada amizade será verdadeira, se, como nos ensina o apóstolo Paulo (1 Cor 13), não buscar o próprio interesse. Este é o padrão.

Nossa amizade com uma criança precisa considerar o que ela sabe da vida e sente sobre os laços. Amizade é uma forma de amor.

Nossa amizade com uma pessoa de gênero diferente do nosso deve ser pautado pela generosidade, mas levar em conta os limites, para que não sejam ultrapassamos e gerem confusões e conflitos.

Nossa amizade no ambiente de trabalho deve seguir o mesmo padrão da solidariedade. Como passamos mais tempo no trabalho, temos ali a oportunidade de desenvolver amizades de longa duração, especialmente entre colegas. É também o lugar de potenciais tensões pelo tempo que passamos juntos. Como em todos os relacionamentos, demanda muita paciência, incluída a capacidade de ceder e mesmo perder.

Fale um pouco da amizade de Davi e Jônatas que se amavam como a própria alma?

Há muita fantasia sobre a amizade de Davi e Jônatas, mas há sobretudo um modelo para nós. Quando, em seu lamento, Davi compara o amor por Jônatas como superior ao que sentia por mulheres, ele está salientando que são amores de tipos diferentes. O resto é fantasia.

A beleza da amizade entre eles está na fidelidade, que permaneceu mesmo depois que Jônatas morreu. Davi honrou a amizade firmada em vida e acolheu e protegeu o filho dele (Mefibosete).

O que Davi fez por Mefibosete é absolutamente incrível, mostrando que era mesmo um homem que Deus aprovava (ou um homem segundo o coração de Deus).

Israel Belo de Azevedo: Você sabe o que é ser e ter amigos?
“A tolerância é o teste mais óbvio da amizade” – Foto: Israel Belo/Acervo próprio

Por que Jesus chamou Judas de “amigo”?

Judas viu Jesus como amigo durante alguns anos, mas, agora, cheio de ressentimento, não o via mais nessa condição.

Jesus, diferentemente, ainda o considerava como amigo. Mesmo quando falhamos com Jesus, Ele nos considera seus amigos.

Houve lealdade dos amigos de Jó ou se voltaram contra ele?

Os amigos de Jó eram “amigos da onça”, diríamos hoje.
Eram amigos superficiais, que não suportaram a dor do seu amigo e acabaram por culpá-lo. Eles não eram amigos de Jó, mas Jó era amigo deles, tanto que orou por eles para que não fossem mortos, em consequência das palavras maldosas que proferiram contra um inocente. O comportamento dos “amigos” de Jó é uma aula sobre como devemos proceder quando nossos amigos sofrem. Se eles tivessem ficado ao lado dele, sem explicar o sofrimento, continuariam sendo seus amigos. Eles tinham uma péssima teologia e ela apareceu em seus comentários.

Nos dias atuais, ainda é possível ter amigos? E na igreja?

O ser humano é sempre o mesmo. Hoje não é menos ou mais fácil ter amigos. Todos somos egoístas, mas, se queremos ter amigos, o egoísmo não nos pode controlar. Para continuarmos amigos, temos que nos observar a nós mesmos, para que a ideologia não nos controle.

Sendo bem direto, venderam-nos a ideia de que estamos numa guerra no Brasil e que precisamos escolher de que trincheira lutaremos e alvejaremos nossos inimigos. Essa ideia é absolutamente estúpida. Famílias foram divididas. Igrejas foram divididas.
Em troca de quê? De nada. Mas ainda podemos juntar os cacos.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -