Instale um antivírus no seu casamento

Por Marcelo Aguiar

1) Identifique locais, situações e atitudes perigosas.

Um episódio de infidelidade frequentemente acontece de modo inesperado, sem que nenhum dos envolvidos esteja procurando. Os lugares de maior risco são aqueles em que costumamos interagir com as pessoas. Portanto, dê atenção especial ao local de trabalho, à faculdade e à igreja. Tome cuidado com o Facebook e outras redes sociais.

2) Seja humilde para reconhecer os seus limites.
A Bíblia diz: “A soberba precede a destruição, e a altivez de espírito precede a queda” (Provérbios 16.18). Os mais vulneráveis a cair em pecado são aqueles que costumam afirmar: “Isso jamais acontecerá comigo”. Somos criaturas frágeis, formados do pó da terra e atingidos pelo pecado. Portanto, reconheçamos nossas fraquezas e sejamos precavidos.

3) Cuide bem do seu relacionamento conjugal.
É claro que um casamento feliz está mais protegido contra os riscos do adultério. Ajude o seu cônjuge a ser fiel: cuide bem dele! Dê ao seu cônjuge atenção, aceitação e afeição. “Não há salvaguarda melhor contra a infidelidade do que um casamento interessante”, escreveu Norman Lobenz.

4) Mantenha-se distante das más influências.
Nas palavras de John Petersen: “Todos nós temos uma porção de colegas e conhecidos que gostam de partilhar os detalhes picantes de um mexerico, ou que têm um conselho para cada situação, embora o seu próprio casamento não seja dos melhores. Evite-os como uma praga!”.

5) Leve o sexo a sério. Quando a vida íntima do casal não anda bem, marido e mulher se tornam mais vulneráveis à infidelidade. O apóstolo Paulo escreveu:
“Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência” (1 Coríntios 7.5).

6) Cultive a sua vida espiritual. Sabemos que a carne e o espírito lutam entre si, e que o vencedor será aquele que alimentarmos melhor. Não existe salvaguarda maior contra qualquer tipo de pecado do que a intimidade com o Senhor. Quando estamos na companhia de Jesus, a tentação é menor, e a proteção é maior. A infidelidade conjugal é sempre errada. Ela causa profunda dor ao cônjuge. Ofende a Deus. Envergonha os filhos. Desrespeita a família. Muitos têm caído nessa área, mas com o auxílio do Senhor você pode prevalecer e permanecer em pé. Tome as providências necessárias! Instale um antivírus no seu casamento! Deus quer ajudar você a preservar esse rico tesouro que ele mesmo lhe confiou!

Marcelo Aguiar é pastor da Igreja Batista em Mata da Praia