18.8 C
Vitória
sábado, 20 agosto 2022

Ministério ‘Capelania Brasil’ busca mapear capelães em atividade no país

Foto: Reprodução

Ação inédita busca desenvolver o “Mapa da Capelania” e conta com apoio da Rádio Trans Mundial (RTM)  que busca levantar dados de capelães por todo o país  

Por Victor Rodrigues 

O ‘Capelania Brasil’ iniciou um mapeamento para identificar e apontar os resultados de trabalhos realizados no país ao longo da última década nas mais diversas áreas de capelania.

O ministério é voltado ao desenvolvimento e capacitação de capelães e conta com o apoio da Rádio Trans Mundial (RTM). 

Segundo o capelão Adriano Cruz, apresentador do programa “Espaço do Capelão” e autor do livro “Diário do Capelão” (RTM Editora), o objetivo é conectar capelães. 

Adriano Curz é capelão e também coordenador do projeto “Mapa da Capelania”. Foto: Divulgação

“Ao longo de 13 anos na estrada treinando capelães, nós precisamos agora fazer um levantamento para saber onde estão e quem são esses capelães. O mapeamento é uma pesquisa sobre a atuação da capelania no Brasil para diagnosticar como está a atividade.

Dessa forma, a gente vai poder criar uma rede, possibilitando a ampliação do radar da capelania. O grande ganho é poder trabalhar em rede, conectando capelães”, disse Cruz em entrevista à Rádio Trans Mundial (RTM). 

Integração 

A partir do mapeamento, o objetivo é possibilitar aos capelães acompanhamento (a quem desejar) e apoio com ferramentas, materiais e conteúdos disponibilizados através do programa “Espaço do Capelão”.

Pessoas que atuam nas áreas de capelania escolar, hospitalar, militar, prisional, esportiva, entre tantas outras, podem participar. O objetivo é mapear o setor pelos segmentos de atuação.

Vale ressaltar que o mapeamento é para todos que possuem registro de capelão, e não é somente restrito a pessoas que foram formadas ou capacitadas pela RTM e Capelania do Brasil. 

“Eu sei que, pela RTM, já foram treinados mais de cinco mil capelães. Precisamos saber agora onde eles estão atuando e com o quê. Com o mapeamento, a gente vai poder filtrar e identificar com mais precisão como está o serviço de capelania no Brasil”, completou o coordenador do projeto.

Para mais informações, o coordenador do projeto Adriano Cruz, deixa disponibilizado o contato (41) 99569-5785 e o e-mail [email protected]

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se