Infelicidade aumenta em todo o mundo

A Finlândia é o país mais feliz do mundo pelo 2° ano consecutivo, segundo a pesquisa

Brasil aparece em 32º lugar no ranking global da felicidade com 156 países

O Brasil caiu 16 posições no ranking global da felicidade entre 2015 e 2019,
de acordo com relatório publicado em 20 de março pela empresa de pesquisas
Gallup em parceria com a ONU.

Atualmente, o país ocupa a 32ª colocação entre 156 nações. Nos primeiros sete lugares estão apenas países europeus, com a Finlândia ocupando a liderança pelo segundo ano consecutivo. O nível de felicidade é estipulado pela “variedade de medidas de bem-estar subjetivas” e considera condições econômicas e sociais.

A nota final é fruto de um cálculo que trabalha em duas frentes: uma geral, que leva em consideração índices sociais como renda e desigualdade; e um questionário subjetivo, que contém perguntas como “você tem amigos ou familiares com quem consegue contar em momentos de necessidade?” e “A corrupção está difundida no governo do seu país?”.

Questionados que nota dariam para as suas vidas, em uma escala de 0 (pior) a 10 (melhor), os finlandeses chegaram a uma média de 7,7. O segundo lugar ficou com a Dinamarca (7,6), e o terceiro, com a Noruega (7,5). Na América Latina, o país mais feliz é a Costa Rica, que está em 12º, seguida de México (23º), Chile (26°), Guatemala (27º) e Panamá (31º).

Finlândia é novamente eleita país mais feliz do mundo, diz ONU

Para compor o ranking, a Gallup usa a média dos últimos três anos, o que deixa o Brasil com 6.300 pontos. No entanto, especificamente em 2018 o país teve sua menor nota na média histórica: 6.200 pontos.

A pesquisa

O relatório analisa 156 nações e está na sétima edição. A cada nova publicação, os analistas dão foco para um novo ponto de vista, e o deste ano foi em “felicidade e comunidades”.

Os principais aspectos observados foram a influência dos governos, das mídias sociais e das normais sociais. A conclusão é que há uma onda global de infelicidade, motivada tanto pela desconfiança em líderes políticos quanto pelo consumo de informação pelas redes sociais.

“As evidências apontam para um vínculo entre o uso crescente das mídias digitais e os índices de felicidade”, afirmam os analistas no relatório.

Alguns dados

Os 10

1º Finlândia 7,769
2º Dinamarca 7,600
3º Noruega 7,554
4º Islândia 7,494
5º Holanda 7,488
6° Suíça
7° Suécia
8° Nova Zelândia
9° Canadá
10° Áustria
11° Austrália
12° Costa Rica
13° Israel
14° Luxemburgo
15° Reino Unido
16° Irlanda
17° Alemanha
18° Bélgica
19° EUA
20° República Tcheca
23° México
24° França
32° Brasil
36° Itália

Os países mais infelizes

152° Ruanda 3.334
153° Tanzânia 3.231
154° Afeganistão 3.203
155° Rep. Centro-Afriana 3.083
156º Sudão do Sul 2.853

Fonte: World Happiness Report


leia mais

Onde está sua felicidade?
Conheça o segredo da felicidade