24.8 C
Vitória
sábado, 10 abril 2021

Beirute! Igrejas ajudam na reconstrução da cidade

O chefe da ONG cristã Together For The Family, Izdihar Isaac, disse as igrejas tem feito a diferença para reconstruir Beirute após a explosão

Mais de um mês após a grande explosão que deixou quase 200 mortos e mais de 6 mil feridos em Beirute, a cidade e o restante do Líbano passaram por grandes mudanças, enquanto continuam as buscas pessoas desaparecidas e a coleta de destroços no meio de um grave crise econômica.

Em meio à intensidade dos protestos que se seguiram aos trágicos acontecimentos, o primeiro-ministro Hasan Diab e todo o seu gabinete renunciaram. Dias depois, o diplomata Mustafa Adib, foi nomeado primeiro-ministro do país.

Nesse cenário caótico que vive o país, Izdihar Isaac, chefe da ONG cristã Together For The Family, que atende refugiados no acampamento libanês de Bekaa, deu um panorama da situação do Líbano. Em uma entrevista ao Evangelical Focus, ele contou como as igrejas estão fazendo a diferença.

“Um mês após a explosão, cerca de cem mil pessoas em Beirute ainda estão meio desabrigadas, algumas pessoas consertaram suas casas, janelas ou portas e outras simplesmente não têm dinheiro ou sua casa está totalmente destruída”, disse ele. “Muitas ruas ainda estão destruídas, a maioria das lojas, bares e restaurantes nem pensou em começar a reformar suas instalações por causa da situação econômica”.

Reconstrução de Beirute

Isaac relatou que diversas igrejas tiveram seus templos danificados pela explosão. “As igrejas próximas ao porto realmente sofreram com a explosão, não apenas as janelas quebradas, mas também os bancos e toda a madeira de suas estruturas principais. As igrejas distantes do porto, tiveram que consertar janelas e portas quebradas”, explicou.

Porém, apesar dos sérios danos por elas sofridos, as congregações têm consciência de que o povo como um todo sofreu com a explosão e vive atualmente uma situação crítica. Por isso, têm se empenhado em ajudar a reconstruir Beirute.

“Quase todas as igrejas do Líbano estão ajudando diretamente na reconstrução de Beirute e muitos continuam orando pela recuperação do país. As igrejas também estão nas ruas, ajudando as pessoas em tudo o que precisam e, especialmente, orando com as pessoas e dando Bíblias de graça”, acrescentou.

O chefe da ONG cristã também afirmou que os cristãos têm visto a situação como uma oportunidade de mostrar às pessoas que há esperança no Evangelho, em Jesus. “Uma das melhores mensagens que lemos foi ‘Onde você coloca sua esperança?’. Há uma igreja que sempre inicia as conversas com os moradores de rua com essa pergunta, depois de dar o que precisam”, contou.

Refugiados

Segundo Isaac, a situação dos refugiados continua preocupante após a explosão. Ele explicou que assim como outras famílias afetadas pela tragédia, esses grupos também estão recebendo ajuda de muitas igrejas.

“Muitos dos refugiados estão morando em tendas, de modo que a explosão não os afetou tanto. Outros que já estavam morando em casas foram seriamente afetados pela explosão, perdendo suas janelas e portas. Os refugiados em Beirute estão recebendo a mesma ajuda que as famílias libanesas. Eles recebem as mesmas porções de comida que os libaneses recebem, e as casas dos que têm, são arrumadas da mesma forma que os vizinhos libaneses”, explicou Isaac.

*Com informações de Evangelical Focus

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se