24.9 C
Vitória
quarta-feira, 18 maio 2022

Igreja e as finanças! Faça como no templo do Rei Davi

finanças_igreja
Foto: Shutterstock

Gestão financeira na igreja: siga os passos do Rei Davi e mantenha as finanças do seu templo em ordem!

Por Priscilla Cerqueira 

A Bíblia relata sobre o Rei Davi, que foi um homem segundo o coração de Deus. E você sabia que naquela época já havia indícios de que ele se preocupava com a gestão financeira do templo?

Ter uma gestão apropriada dos recursos permite uma correta prestação de contas ao templo central, além de possibilitar aos membros na congregação se beneficiarem de forma ampla dos valores que entram em sua igreja.

O dinheiro da igreja deve ser usado de forma eficiente. Essa é uma tarefa importante, mas às vezes muito difícil, pois, apesar da missão espiritual da sua igreja, ela também tem obrigações a cumprir.

Nos tempos de Davi

A gestão financeira já era aplicada no templo erguido por Davi. No livro de 1ª Crônicas existe uma passagem que relata os valores os quais foram ofertados com o propósito de o templo ser erguido.

Três mil talentos de ouro de Ofir; e sete mil talentos de prata purificada, para cobrir as paredes das casas. Ouro para os objetos de ouro, e prata para os de prata; e para toda a obra de mão dos artífices. Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao Senhor?

Então os chefes dos pais, e os príncipes das tribos de Israel, e os capitães de mil e de cem, até os chefes da obra do rei, voluntariamente contribuíram. E deram para o serviço da casa de Deus cinco mil talentos de ouro, e dez mil dracmas, e dez mil talentos de prata, e dezoito mil talentos de cobre, e cem mil talentos de ferro.

E os que possuíam pedras preciosas, deram-nas para o tesouro da casa do Senhor, a cargo de Jeiel o gersonita. Apesar da gestão financeira ainda não estava estruturado e debatido da forma como acontece atualmente, mas é possível perceber que ele era muito praticado e já naquela época era levado bastante a sério.

Controle de Dízimo

Perceba que as quantidades são grandes e se hoje, com todos os nossos recursos, isso já seria algo difícil, imagine naquela época. Se o Rei Davi não tivesse acesso a todas essas informações, como ele poderia saber se os recursos obtidos seriam suficientes para erguer o templo segundo o que desejava?

Gestão financeira também demanda conhecer os recursos que você tem disponível. É a partir daí que você sabe se as metas serão possíveis de serem alcançadas com aquilo que tem no caixa da igreja. Entender como fazer da forma correta a gestão financeira da igreja é possível fazê-la de forma correta em seu templo, e ter um bom controle sobre tudo o que entra.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se