20.5 C
Vitória
quinta-feira, 9 dezembro 2021

Igrejas do ES anunciam suspensão de cultos presenciais

A igreja Cristã Maranata anunciou suspensão dos cultos presenciais por 7 dias. “Manter o culto agora não é uma boa conduta”, declarou o pastor Usiel Carneiro, da Igreja Batista da Praia do Canto, em Vitória (ES)

Por Priscilla Cerqueira

Depois de São Paulo, agora foi a vez de algumas igrejas evangélicas do estado do Espírito Santo também anunciarem suspensão de seus cultos presenciais. Uma delas foi a Igreja Cristã Maranata. No site da denominação, a igreja informa a suspensão de uma semana de todas as reuniões coletivas de todas os templos do país.

Segundo o comunicado, a medida foi tomada “em razão do agravamento da pandemia de Covid-19 no Brasil”. A suspensão começa na segunda-feira, 15, e vai até o dia 21. “Durante o período, toda a Igreja participará dos cultos transmitidos diariamente, às 20h, pelos canais digitais oficiais da Igreja Cristã Maranata, especialmente pelo YouTube”, diz a nota no site da denominação.

O secretário geral da Igreja Cristã Maranata, pastor Luiz Eugênio, disse que a volta aos cultos presenciais será avaliada daqui sete dias.

“Devido ao agravamento da pandemia a igreja resolveu suspender todas as atividades presenciais. Todas as igrejas do Brasil estão fechadas. E nesse período vamos continuar fazendo nossos cultos de forma virtual, além do serviço 0800 gratuito para assistência ao membro. Depois de sete dias, vamos reavaliar se os cultos continuarão ou não suspensos”, explicou.

Prudência e precaução

Em Vitória (ES), a Igreja Batista da Praia do Canto também resolveu suspender os cultos, mas por tempo indeterminado. igreja se programou para voltar com todas as atividades presenciais em março, após um ano realizando cultos apenas online.

“Mas resolvemos interromper as atividades presenciais por conta da crise pandêmica, que está em escala ascendente de gravidade em todo o Brasil. Só vamos retomar quando o quadro da pandemia na nossa região nos permitir com tranquilidade. Manter o culto agora não é uma boa conduta. Dentro da nossa perspectiva ética cristã temos que ser bom exemplo”, explicou o pastor Usiel Carneiro.

A Convenção Batista do Estado do Espírito Santo não informou a suspensão de cultos presenciais de suas igrejas filiadas. Mas, o diretor executivo, pastor Diego Bravin, disse que as igrejas “tem autonomia para funcionarem como entenderem melhor”.

Mas ponderou os cuidados sanitária que cada igreja deve tomar mediante o momento que estamos vivendo. “As igrejas da convenção tem liberdade para tomar quaisquer tipo de decisão. Nosso poder é apenas de recomendação. Estamos nos atendo de forma responsável, a tudo o que nossas autoridades sanitárias de saúde tem propagado. Mas se houver uma nova determinação do governo em relação as igrejas, elas serão acatadas”, disse.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se