28.2 C
Vitória
segunda-feira, 30 março, 2020

A igreja precisa de poder

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Presidente da Uefa diz que temporada europeia pode estar perdida

Presidente da Uefa Aleksander Ceferin apresenta pouco otimista quando fala dos problemas da pandemia do coronavírus no calendário

Após 44 anos, casal de missionários deixa o Brasil

Cerimônia de despedida do casal de missionários aconteceu no dia 7 de março, durante a celebração do aniversário de 53 anos de atividades da Sepal em solo brasileiro

Diretor do Cruzeiro diz que paralisação é atraso para o futebol

Apesar da paralisação do futebol ser necessária em meio à pandemia do coronavírus, alguns dirigentes estão incomodados com o período inativo dos clubes

Romênia: covid-19 não atrapalha cristãos a cultuar a Deus

Afastados um do outro por conta da disseminação do coronavírus, os membros de uma igreja evangélica da Romênia se reuniram do lado de fora do templo. Vídeo mostra o grupo cantando louvores com suas bíblias nas mãos 

A Igreja não deveria sair para cumprir a grande comissão sem antes ser capacitada com poder

O texto em epígrafe foi pronunciado por Jesus entre Sua ressurreição e Sua ascensão. Jesus subiria para o céu e derramaria o Seu Espírito sobre a Igreja. A Igreja não deveria sair para cumprir a grande comissão sem antes ser capacitada com poder. Três verdades sublimes são destacadas por Jesus aqui:

Em primeiro lugar, a origem do poder (At 1:8). “Mas recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo…”. O poder prometido por Jesus não é uma energia, mas uma pessoa. A Igreja não precisa de algo, precisa de alguém. O poder que reveste a Igreja não vem da terra, emana do céu. Não é um poder humano, mas divino. Não procede daquilo que o homem faz, mas é resultado daquilo que o Filho de Deus glorificado fez. Porque Jesus sobe, o Espírito Santo desce. Porque Jesus concluiu Sua obra, o Espírito Santo começou sua dispensação.

O Espírito Santo não veio para ficar esporadicamente com a Igreja, mas para sempre. Ele não veio para estar ao lado da Igreja, mas na Igreja. A Igreja é a morada do Espírito Santo. Cada crente, de per si, é o templo do Espírito Santo. Sem o poder do Espírito Santo, a Igreja não prega com poder, não vive com ousadia, não testemunha com autoridade nem colhe frutos abundantes. Resta claro que não basta apenas os crentes terem o Espírito Santo, é necessário o Espírito tê-los. Não é suficiente ter o Espírito Santo presente, é preciso tê-lo presidente. Não basta ouvir falar do Espírito Santo, é preciso ser revestido com o poder do Espírito Santo.

“Mas recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra” (At 1:8)

Em segundo lugar, o propósito do poder (At 1:8): “…e sereis minhas testemunhas…”. A Igreja precisa de poder, mas poder para quê? Primeiro, para sair do campo da especulação teológica para o campo da ação missionária. Os discípulos estavam preocupados com tempos ou épocas (At 1:6-7), mas Jesus muda o foco deles para a necessidade de poder para testemunhar. Segundo, poder para perdoar. Havia uma barreira antiga e instransponível de inimizade entre judeus e samaritanos, mas a agenda da Igreja deveria passar por Samaria, quebrando os muros da inimizade. Onde o Espírito Santo age, convertendo corações a Cristo, inimizades são desfeitas. Terceiro, poder para morrer. A palavra “testemunhas” significa “mártires”.

A Igreja precisa de poder para morrer para si mesma, para o mundo, para o pecado e pelo Evangelho. Sem poder, a Igreja produz covardes que recuam diante do sofrimento, mas no poder do Espírito Santo, a Igreja aduba a sementeira do Evangelho com o sangue dos mártires. Quarto, poder para pregar até aos confins da terra. Sem o poder do Espírito Santo, a Igreja ficará presa entre quatro paredes; ora com medo dos que estão lá fora, ora desfrutando do conforto de seu próprio comodismo.

Em terceiro lugar, a extensão do poder (At 1.8). “… tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra”. Somente pelo poder do Espírito Santo a Igreja sairá do comodismo para ir além de suas próprias fronteiras, rompendo barreiras geográficas, culturais, raciais e linguísticas.

Sem o poder do Espírito Santo, não haverá investimento nem esforço missionário. Sem o poder do Espírito Santo, a Igreja cuidará de si mesma em vez de ir aos confins da terra levando a esperança do Evangelho. Sem o poder do Espírito Santo, a Igreja criará uma agenda para si mesma, para apascentar a si mesma, para discutir os seus próprios assuntos, e negligenciará a grande comissão. Oh, que Deus desperte Sua Igreja para buscar esse poder até que ele venha!

Rev. Hernandes Dias Lopes é bacharel em Teologia no Seminário Presbiteriano do Sul em Campinas (SP), doutor em Ministério no Reformed Theological Seminary, em Jackson, Mississippi, nos Estados Unidos, conferencista e escritor


Leia mais

A Igreja deve governar a terra de forma ousada
Como definir uma igreja verdadeira?
Fábrica de Igrejas
A igreja sobrevive aos escândalos

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Vem aí o Festival de Cinema Cristão 2020

Entre as novidades do Festival desse ano estão a abertura para a categoria de filmes para surdos e mudos. Inscrições começam dia 1º de abril e vão até 30 de junho

Um encontro diário com a Palavra de Deus

A SBB mobiliza-se para levar esperança à população brasileira, disseminando, pelos meios digitais, a mensagem da Bíblia Sagrada. Entre as ações estão a campanha #PalavradeEsperança e o podcast Um minuto com a Bíblia

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia

Casa Worship lança projeto acústico gravado em Goiânia

A Banda gravou "A Casa É Sua" com releituras acústica de sucessos do seu DVD. "Não consigo descrever a sensação que foi essa experiência"...