Igreja Maranata realiza projeto no Amazonas

A Igreja Cristã Maranata, através da Missão Amazônia, realizou, em parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil, entre os dias 11 e 18 de abril, uma ação missionária na Amazônia Oriental.

Numa viagem pelos rios da bacia amazônica, foram realizadas ações evangelísticas e socioeducativas e pesquisas e tratamentos de saúde nos municípios ribeirinhos de Bagre e Breves, no estado do Pará. O grupo contou com 35 voluntários da ICM, sendo três médicos, dois dentistas, cinco profissionais de enfermagem, três cientistas, pesquisadores da Universidade Federal de Viçosa-MG, dois cabeleireiros e 20 evangelistas voluntários, que se dedicaram totalmente ao projeto.

Ao longo da viagem, os voluntários fizerem a montagem de kits de evangelização e ações socioeducativas, que foram distribuídos entre as populações ribeirinhas. Foram doados 2 mil Novos Testamentos e 18 mil convites e folhetos com a mensagem de esperança e salvação da alma, além de 400 kits de escovação compostos por creme dental, escova e fio dental.

Na cidade de Bagre, que possui uma população de 23 mil habitantes, segundo o IBGE, o grupo de evangelistas saiu pelas ruas pregando Evangelho e convidando toda a população para os cultos à noite. Enquanto isso, ações educativas, como palestras sobre escovação dentária, ensino de histórias bíblicas e iniciação musical, eram realizadas dezenas de crianças.

Casos relevantes marcaram a ação social. Entre elas está a história de uma criança de seis anos de idade que nunca tinha andado por conta de uma deformidade congênita em uma das pernas, agravada por um acidente quatro anos antes. Ela andou sozinha pela primeira vez na vida após ser atendida pelo ortopedista que improvisou uma órtese com papelão e esparadrapos.

Nas escolas da cidade de Bagre, aconteceram algumas das experiências marcantes da viagem missionária. Centenas de adolescentes e jovens receberam oração durante o período de aulas, a pedido das diretoras. Nos cultos realizados à noite no terminal hidroviário, mais de 300 pessoas estiveram presentes. Já no culto de encerramento, no Ginásio Poliesportivo da cidade, os 450 presentes, dos quais 400 eram da comunidade, puderam testemunhar uma reunião alegre, rica em louvores e adoração a Deus e com a participação especial de 160 crianças.