31.9 C
Vitória
domingo, 24 outubro 2021

Contemporaneidade e modernidade: a igreja itinerante do Brasil

Implantada por um casal de pastores em São Paulo, que uniu tecnologia e evangelismo, a igreja itinerante “Tenda Worship Church” realiza cultos itinerantes por todo o Brasil

Por Priscilla Cerqueira 

Foi num dos lugares que mais conservam a história do Brasil, no Pelourinho, em Salvador (BA) que o pastor Bruno Soares recebeu uma revelação de criar uma igreja itinerante, chamada de Tenda Worship Church. E foi justamente lá que aconteceu o primeiro culto 100% virtual. E ele tem a ajuda da esposa Ana Neric, que também é pastora.

A intenção é alcançar um número cada vez mais de pessoas adeptas ao novo formato de pregação e louvores. “Naquela noite, a Tenda fez história no Pelourinho, marcada como a primeira igreja cristã do mundo que pregou e transmitiu a Palavra de Deus no centro histórico da cidade”, relata o pastor Bruno.

Além de ter sido um marco para as igrejas cristãs, a ação no Pelourinho foi o ponto determinante para catalisar o projeto da Tenda de rodar o país, transmitindo cultos a partir de outras cidades e Estados. Depois disso, o culto online itinerante já foi realizado em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia. Todos os cultos estão disponíveis no canal do Youtube da igreja.

Igreja vai rodar o Brasil

A intenção do pastor é fazer a igreja literalmente na internet e rodar o Brasil com um grupo de pessoas, que fazem o louvor e adoração. “Jesus sinalizou a ideia de circular com a pregação, como faziam os apóstolos”, disse Soares.

A Tenda, como a igreja é conhecida, já foi para Balneário Camboriú, Santa Catarina, e de lá saiu em andança por outros estados brasileiros, gravando em cenários belíssimos, como no Rio Janeiro, com o Pão de Açúcar de fundo, e no Largo do Convento de São Francisco, no Pelourinho, em Salvador.

Na capital baiana, aliás, os integrantes da Tenda pegaram covid-19. “Passamos noites muito mal, guerreando, em jejum. Eu, Ana e toda a equipe pegamos [a doença] e fomos passando pra todo mundo. Voltamos para casa, ficamos duas semanas parados, perdi olfato, paladar”, afirma o pastor, que se refere à contaminação como uma “guerra espiritual”.

Igreja física

igreja itinerante_2
Culto itinerante, realizado no Pelourinho, na Bahia. Foto: Reprodução

Apesar de rodar o Brasil, a igreja tem uma sede, onde se concentram os estúdios de gravação para TV. Fica em São Paulo. Segundo o pastor, a cada três meses, o culto é filmado em um ambiente fechado. “Vamos intensificar mais a obra na igreja em São Paulo, onde todo corpo de Cristo que serve no vídeo e na música está reunido”, explicava o pastor ao TAB, ainda no camarim —

Apesar de nova, a igreja online já tem mais de 170 mil visualizações no canal oficial. O público, segundo o pastor, tem idades de 15 a 80 anos. “Minha tia, que tem artrose e não consegue ir até a igreja física e ficar sentada no banco, assiste”, diz ele. Ainda assim, a linguagem e o visual adotados pelo grupo apostam nitidamente em um público jovem.

A começar pelo estilo dos líderes. “Você vai ver um pastor louco”, dizia Bruno Soares, ao telefone, dois dias antes, se referindo às tatuagens e ao jeito de se vestir. Ele usa o cabelo impecavelmente penteado, tênis colorido, tem pele lisa, lábios carnudos e dentes branquíssimos. “Já tive piercing e descoloria o cabelo”, brinca.

O que também não dá para passar despercebido na Tenda é que se fala, recorrentemente, o inglês. Das 11 músicas cantadas no louvor daquele culto, por exemplo, cinco eram no outro idioma. “Worship quer dizer ‘adorar’, ‘adoração'”, explica o pastor, em tom didático. “Daí o nome ‘tenda de adoração’, e coloquei o ‘church’, porque a palavra ‘igreja’ às vezes assusta as pessoas”.

Culto de evangelismo no Pelourinho, em Salvador (BA)

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se