Igreja é incendiada no Paraná

igreja_incendiada
A bíblia, que estava no hall de entrada da Igreja, ficou intacta. Foto: Reprodução

Membros da igreja contaram aos bombeiros e à polícia que o incêndio teria sido criminoso. “Não consigo nem imaginar a motivação para o crime”, afirmou Daniel Cardoso, membro da igreja

A igreja Luterana Livre Central, em Campo Mourão, no Paraná, foi incendiada na madrugada de sábado (8). O Corpo de Bombeiros foi acionado para combater as chamas. Segundo informações de testemunhas aos bombeiros e policiais que atenderam a ocorrência, o incêndio foi criminoso.

De acordo com esses relatos, um homem, que pilotava uma motocicleta, parou diante do templo, sacou de sua mochila um galão de combustível com um pavio. Acendeu o fogo e fugiu do local. Ainda não se sabe se a pessoa agiu sozinho.

“Não houve muito estrago. Colocaram o fogo na porta, mas a sorte é que logo depois da porta só tem um tapete para limpar os pés e um aparador, usado para colocar o vaso de flor e uma bíblia. Só queimou o tapete e um pouco do aparador. Além do aparador, as chamas também queimaram uma cadeira e uma tomada elétrica”, destaca Daniel Cardoso, membro da igreja.

Incêndio

Quando os bombeiros chegaram conseguiram debelar as chamas e a fumaça tomou conta do salão. A motivação para o crime é desconhecida.

“Eu não consigo nem imaginar a motivação. Nunca fizemos nada contra alguém, nunca desrespeitamos outra religião. Não que isso justificasse qualquer ataque.  A gente está lá para levar a mensagem evangélica e o amor. A gente fica triste, com certeza. Também fica triste pela pessoa. Por mais difícil que seja, a gente tem que amar essa pessoa também”, declarou Daniel.

Ele afirma que gostaria de saber qual a mágoa que teria motivado a ação. “Só queria esclarecer e deixar tudo no preto no branco”, destaca. A Polícia Civil ainda não recebeu o relatório da ocorrência elaborado pela Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, mas deve iniciar a investigação assim que isso acontecer.

*Da redação, com informações de Folha de Londrina