17 C
Vitória
terça-feira, 7 julho, 2020

Igreja protestante chinesa sofre perseguição

Mais lidas

O mistério da morte de centenas de elefantes na África

Pesquisadores acreditam que o coronavírus possa ser uma das causas das mortes das centenas de elefantes na África. Saiba mais!

Coronavírus deixa 73 países em risco de escassez de remédios para HIV

A incapacidade dos fornecedores de entregarem os antirretrovirais dentro do prazo e a paralisação dos serviços de transportes terrestre e aéreo estão entre as causas

Estudantes com Fies podem suspender parcelas no BB a partir de hoje

A manifestação pode ser feita pelo app BB. Saiba mais! 

Governo amplia vetos na lei que torna obrigatório o uso de máscara

Artigos da lei foram republicados no Diário Oficial de hoje. Saiba mais! 

Autoridades têm assediado fiéis para não frequentarem a congregação

A igreja chinesa de Sião em Pequim, uma das maiores igrejas protestantes da cidade, tem operado com relativa liberdade por anos, hospedando centenas de fiéis todo fim de semana em um amplo templo especialmente reformado no norte de Pequim.

Mas em abril, autoridades da cidade pediram à igreja que instalasse 24 câmeras de circuito fechado de televisão (CCTV) no prédio para ‘segurança’, disse o pastor-chefe de Zion, Jin Mingri, à agencia Reuters.

“Eles queriam colocar câmeras no santuário onde adoramos. A igreja decidiu que isso não era apropriado. Nossos serviços são um tempo sagrado a Deus”, concluiu o pastor.

Quando a solicitação foi recusada, a polícia e agentes de segurança do estado começaram a assediar os fiéis, chamando-os, visitando-os, contatando seu local de trabalho e pedindo-lhes que prometessem não ir à igreja, segundo declarações da igreja e entrevistas com os fiéis.

Divulgação

A Constituição da China garante a liberdade religiosa, mas desde que o presidente Xi Jinping assumiu o poder em 2012, Pequim restringiu as restrições às religiões vistas como um desafio à autoridade do Partido Comunista.

O escritório de assuntos religiosos da China e o Ministério da Segurança Pública não responderam aos pedidos por comentários enviados por fax.

O governo chinês diz que é necessário maior supervisão das atividades religiosas para regular os fiéis e facilitar o culto, bem como para impedir que as forças estrangeiras influenciem os assuntos internos da China usando o disfarce da religião.

*Com informações do portal Christian today.


Leia mais

Iraque – Cristãos começam a voltar para casa

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

“Bíblia de Estudo Swindoll”: mais compreensão e curiosidades

Além de facilitar a compreensão, a "Bíblia de Estudo Swindoll" traz curiosidades sobre o livro mais vendido do mundo

Kanye West anuncia nova música de trabalho com temática gospel

Em um vídeo curto Kanye West divulgou detalhes da melodia da canção "Wash Us In The Blood" (Lava-nos no Sangue)

Enciclopédia dos adventistas em formato digital

Enciclopédia é fruto de um trabalho de dezenas de profissionais em várias partes do mundo e inclui material sobre pioneiros adventistas na América do Sul

Juliano Son canta “Nada mudou”, do EP Tudo Novo

Canção é o quinto e último single do projeto musical Tudo Novo, de Juliano Son