Canadá: Igreja anglicana deixará de existir

Foto: Reprodução

Maioria dos integrantes da Igreja Anglicana é de idosos. Jovens não querem saber de religião nenhuma. Denominação tem viés liberal como a promoção do casamento gay

A Igreja Anglicana do Canadá vai desaparecer em 20 anos se não conseguir atrair os jovens. É o que apontou o relatório do Conselho do Sínodo Geral durante reunião do conselho da denominação, Mississauga, Ontário.

De acordo com o relatório, em 1961, a igreja tinha 1,3 seguidores. Mas caiu para 357.123 em 2017. E o declínio se mantém acelerado. A maioria dos fiéis é composta por idosos, que estão morrendo.

A igreja poderá ser extinta, caso sua taxa atual de declínio contine. “As projeções de nossos dados indicam que não haverá membros, participantes ou doadores na Igreja Anglicana do Canadá a partir de 2040”, disse o padre Neil Elliot, autor do relatório.

Alerta
Um dos cultos da Igreja Anglicana no Canadá. Foto: Milos Tosic

Apesar da perspectiva sombria para a Igreja, a arcebispo Linda Nicholls tentou mostrar otimismo.

E afirmou que é preciso haver da parte dos líderes da Igreja “perseverança, resistência e criatividade” para despertar o interesse das novas gerações.

“Não enfrentamos nossos desafios sozinhos porque confiamos no senso de comunidade e na promessa da graça de Deus”, afirmou.

E alertou. “Somos chamados a fazer e ser o povo de Deus em um lugar específico, com o objetivo de compartilhar as boas novas de Jesus Cristo, e a única pergunta é: ‘Como precisamos compartilhá-las, para que possam ser ouvidas por aqueles que estão ao nosso redor?’”.

*Com informações de Religion News e Anglican Journal


leia mais

Fé sem templo: O que afasta os cristãos das igrejas?
Igreja, pra que igreja?