Igreja solidária: aquecer e alimentar população

Iniciativa de estudantes começou com a arrecadação de alimentos, produção da sopa e por fim a distribuição aos moradores em situação de rua. Foto: Divulgação

Temperaturas baixas em São Paulo faz Igrejas oferecerem abrigos para pessoas em situação de rua. No Sul, adventistas levam sopa para alimentar e aquecer a população

No primeiro fim de semana de julho, uma grande e intensa massa de ar frio de origem polar chegou ao Brasil, causando frio extremo no Sul, Sudeste e em áreas do Centro-Oeste do país. Em meio a essa onda de frio, algumas igrejas e instituições sociais estão se mobilizando para ajudar a população em situação de rua.

Uma igreja em São Carlos (SP), tem realizado um trabalho de acolhimento, recebendo cerca de 70 pessoas em seu salão de festas. Dezenas de voluntários participam da ação, preparando lanches para os desabrigados e preparando o espaço com colchões e cadeiras para que eles possam passar as noites longe do frio.

O Sul do Brasil é considerado o local mais frio do país. Desde segunda (8), quando as temperaturas ficaram bem baixas, algumas igrejas estão realizando um trabalho diferenciado para ajudar a população. É o caso da Primeira Igreja Batista de União da Vitória, no Paraná, que abriu as portas de seu templo para receber pessoas.

A ideia de acolher as pessoas em situação de rua durante essas noites de frio intenso, foi do Pastor Daniel, responsável pela igreja. “Nós estaremos recebendo essas pessoas para que elas possam tomar um banho, ter roupas, jantar, dormir, e tomar um café pela manhã”, conta.

Cobertores arrecadados na Primeira Igreja Batista de União da Vitória, no Paraná. Foto: Facebook

Para poder auxiliar as pessoas necessitadas, a igreja se mobilizou para receber doações de cobertores, alimentos, roupas, e materiais de higiene pessoal.

Larissa Rodrigues é uma contempladas com a ação. Em entrevista ao site VVale, ela relatou.

“São poucas pessoas que ajudam, são poucas pessoas que têm um coração bom para ajudar os moradores de rua, é complicado mesmo.”

Na madrugada mais fria do ano até o momento, o gesto de solidariedade e amor ao próximo proporcionou mais do que uma bebida quente e um cobertor. “O bom coração das pessoas aquece muito mais”, disse Larissa.

Um dos voluntários se abrigou na rua há menos de dois anos e sabe da importância de ajudar. “Eu já passei por essa situação há algum tempo e hoje estou tentando retribuir de um jeito gratificante, que é ajudar aquelas pessoas que necessitam, como tive nessa situação e me ajudaram, hoje posso fazer para outras pessoas também” , afirmou Wesley Borges.

Aquecer

As condições de vulnerabilidade, atreladas às dificuldades enfrentadas por pessoas em situação de rua, tem despertado o senso de solidariedade, manifestado através da empatia e sensibilidade em relação à dor do outro. Foi o que aconteceu com os alunos do Colégio Adventista do Portão.

Um grupo de estudantes da unidade e adolescentes de Água Verde, em Curitiba, se reuniram para distribuírem sopas para a população. Foram entregues cerca de 100 refeições acompanhadas de pãezinhos.

Na ocasião, os estudantes não só estiveram envolvidos na entrega, mas também na arrecadação dos ingredientes, como macarrão, verduras e legumes, além de auxiliarem as cozinheiras voluntárias no preparo da refeição. Aproximadamente 100 pessoas foram beneficiadas com a iniciativa.

Através de ações relacionadas à solidariedade e o bem-estar ao próximo, eles tem aprendido que melhor do que ser servido é servir, ressalta o pastor e professor de Ensino Religioso Luís Baptista. De acordo com ele, a emoção causada nas pessoas por conta de uma atividade como essa foi visível, tanto no grupo de alunos, que se doou para esse projeto, quanto naqueles que receberam o alimento.

“A ação realizada oportunizou a eles experimentar o verdadeiro sentido da religião, que é servir, ou seja, seguir o exemplo de Jesus de amor ao próximo, de ser uma benção à comunidade”, pontua Baptista.

*Com informações de VVale e Notícias Adventistas


Leia mais

A Igreja que acolhe
É preciso aprender a fazer a diferença
Igreja acolhedora para venezuelanos

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!