25.5 C
Vitória
sexta-feira, 19 abril 2024

IGP-M tem deflação de 0,56% em novembro ante queda de 0,97% em outubro

economia_dinheiro_Comunhão
RendA+ atrai elogios mas também ressalvas - Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

A deflação do IGP-M de novembro foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que caiu 0,94%

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) registrou deflação de 0,56% em novembro, após queda de 0,97% em outubro, informou nesta terça-feira, 29, a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A queda foi maior do que indicava a mediana da pesquisa Projeções Broadcast com o mercado financeiro, de recuo de 0,34%. As estimativas, todas negativas, iam de 0,50% a 0,21%.

A inflação acumulada em 12 meses pelo IGP-M arrefeceu de 6,52% para 5,90%, abaixo da estimativa intermediária do levantamento, de 6,14%. No ano de 2022, o indicador acumula alta de 4,98%.

A deflação do IGP-M de novembro foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que caiu 0,94%, ante contração de 1,44% em outubro. O índice de preços no atacado acumula variação de 5,76% em 12 meses.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M), por sua vez, acelerou de 0,50% para 0,64%, com inflação acumulada em 12 meses de 4,71%.

- Continua após a publicidade -

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) avançou de 0,04% para 0,14%, conforme já divulgado pela FGV. A alta acumulada em 12 meses é de 9,44%.

Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -