22.9 C
Vitória
domingo, 22 maio 2022

Acre: Igreja é proibida de fazer culto drive-in

culto_drive-in_Acre
Foto: Reprodução

O culto “drive-in” da Igreja Batista do Bosque, em Rio Branco, no Acre, seria realizado no último dia 03, mas foi proibido pelo governo

Um decreto emitido pelo governo de Rio Branco, no Acre, determinou que os membros de uma igreja evangélica local não cultuem a Deus dentro dos próprios veículos.

O chamado culto “drive-in” foi uma ideia tomada pela liderança da Igreja Batista do Bosque, a fim de contornar a proibição de se fazer encontros coletivos pessoalmente. Ou seja, de realizar as tradicionais cerimônias de adoração a Deus dentro dos templos.
Já que os membros da igreja não podem se reunir no templo por causa do risco de contaminação com o novo coronavírus, eles decidiram se reunir no estacionamento da denominação, cada qual em seus próprios carros, sem contato uns com os outros.

O culto “drive-in” que seria realizado no último dia 03, no entanto, foi proibido pelo decreto que exige o uso de máscaras em locais públicos e proíbe aglomeração de mais de cinco pessoas em espaços considerados públicos.

“Para a surpresa de todos, a igreja foi impedida de realizar o culto. Interessante ressaltarmos que há semanas testemunhamos supermercados lotados de pessoas, filas de banco lotadas de pessoas. Hospitais e farmácias lotadas, visita em obras lotadas de pessoas”, afirmou Thiago Caetano, ex-gestor da secretaria de Infraestrutura e Urbanismo do governo Gladson Cameli.

Caetano apontou que o decreto seria uma forma de perseguição religiosa contra os cristãos em sua cidade, já que o culto no formato drive-in não envolve o contato entre os fiéis. “Realizar um culto a Deus, sem nenhum tipo de contato, cada um dentro dos seus carros, isso não pode”, criticou ele, segundo o AC24 Horas.

“É prudente perseguir as igrejas? É prudente impedir as pessoas de buscar a presença de Deus?!”, indagou o engenheiro.

Culto drive-in

No Mato Grosso do Sul, a Igreja Presbiteriana da cidade de Costa Rica também realizou o mesmo tipo de culto drive-in. Os fiéis foram para um pátio nas proximidades do templo, cada qual em seus carros, onde cultuaram a Deus mediante o comando do dirigente da cerimônia.

“Todos abraçaram a ideia para fazer algo sem aglomeração, tudo em prol da nossa saúde e sociedade”, disse o pastor Leandro Paim.

*Com informações de Ac24horas

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se