Horário de Verão poderá ser suspenso

Foto: Reprodução

Atualmente, cerca de 30 países do mundo adotam o horário de verão

O presidente Jair Bolsonaro anunciou hoje (05) que pretende acabar com o horário de verão no Brasil.

Em encontro com jornalistas no Palácio do Planalto, o chefe do Executivo declarou: “A ideia nossa é que não tenha horário de verão neste ano. Está quase certo”, explicou.

Sem grande efeito

Em vigor desde 1931, a mudança de horário foi uma estratégia do governo para gerar economia de energia, já que, durante a estação, as pessoas chegavam em casa e ligavam os chuveiros, ocasionando pico de consumo e grande desperdício.

Com o passar dos anos, porém, os picos de consumo passaram a ser registrados nos momentos mais quentes ao longo do dia, com grande utilização de aparelhos de ar-condicionado, por exemplo, sobretudo no comércio.

Por isso, a Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), por exemplo, entende que a alteração nos relógios não se justifica mais.

Em setembro de 2017, o governo federal chegou a anunciar a intenção de abandonar o horário de verão a partir de 2018, mas voltou atrás.

Na ocasião, o anúncio gerou polêmica. Em cidades litorâneas, como o Rio de Janeiro, o comércio reclamou alegando que o horário de verão incentivava o consumo em bares e restaurantes no fim da tarde.


leia mais

Bolsonaro ganha honraria “Amigos de Sião”