Delação de Palocci homologada pela justiça

Foto: Reprodução Web

O ex-ministro foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 12 anos, dois meses e 20 dias de prisão

O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Operação Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), homologou nesta sexta (22) o acordo de delação premiada do ex-ministro Antônio Palocci, fechado com a Polícia Federal.

Os depoimentos estão em segredo de Justiça. E o conteúdo não foi divulgado. Palocci está preso desde setembro de 2016 em função das investigações da Operação Lava Jato. Na delação, Palocci entregou pessoas sem foro privilegiado. Os ex-presidentes Lula e Dilma Roussef são os nomes citados por ele. São abordados pagamentos de empreiteiras e desvios na Petrobras.

Antônio Palocci foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 12 anos, dois meses e 20 dias de prisão. É acusado pelos crimes de corrupção passiva  envolvendo a empreiteira Odebrecht e lavagem de dinheiro.

*Com informações da Agência Brasil