23 C
Vitória
quarta-feira, 14 abril 2021

Igreja é destruída durante culto no Mato Grosso

Seis homens invadiram e quebraram a igreja Evangélica Assembleia de Deus Pentecostal “Caminho Reto”, em Juína

Seis homens invadiram o culto que estava sendo realizado, na noite da terça-feira (7), na Igreja Evangélica Assembleia de Deus Pentecostal Caminho Reto, no município de Juína (800 km de Cuiabá, capital do Mato Grosso) e fizeram o maior quebra quebra nas paredes, lâmpadas e demais objetos da igreja.

De acordo com relatos do pastor Carlos Augusto, o responsável pela depredação é um empresário local, que afirma ser o dono do terreno há 20 anos, entretanto, toda a documentação da doação do terreno se encontra na igreja.

Antes de começar a pregação, o empresário teria chegado ao local com uma marreta e um pé de cabra falando que, devido ao  fato do pastor não ter dinheiro, quebraria tudo e disse que avisou ao pastor queimaria a igreja e em seguida, iria passar uma máquina para limpar o terreno.

A igreja é bem simples e foi construída com recursos dos membros que fazem parte da congregação. No momento da destruição, um pedaço de madeira quase atingiu um dos membros, causando medo, humilhação e tristeza.

A polícia militar foi acionada e compareceu ao local, registrando os fatos e orientando o pastor a procurar a delegacia de polícia e registrar um boletim de ocorrências.

  • Com informações Guia-me

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se