21 C
Vitória
quarta-feira, 29 junho 2022

Homem é atacado por se declarar cristão em Bangladesh

Foto ilustrativa de cristãos em Bangadlesh

De origem muçulmana, Jashim Uddin, tem servido à comunidade com um Centro de Alfabetização de Adultos e levando o evangelho a amigos e colegas de trabalho

Jashim Uddin, de 25 anos, tornou-se um seguidor de Jesus e foi batizado em 2021. Desde então, ele tem sido um cristão muito ativo e forte na fé. Ele é um pedreiro por profissão e logo após sua conversão, ele foi capaz de trazer alguns de seus amigos no trabalho e família para o Senhor.

Embora sua família não seja financeiramente estável Jashim, sua esposa e três filhos estão
satisfeitos com o que eles têm. No entanto, em 14 de maio de 2022 ele foi atacado em plena luz do dia em sua casa em Jhenaidah (no sudoeste do país). O ataque foi executado por seus próprios familiares e parentes porque se converteu ao cristianismo e tem facilitado um Centro de Alfabetização de Adultos. Primeiro, os agressores o forçaram a renunciar à sua fé em Jesus e a voltar ao islamismo, mas Jashim se recusou a renunciar à sua nova fé.

“Recebi Jesus Cristo em minha vida como meu salvador pessoal e o Senhor. Tenho o direito de escolher e praticar minha fé. Você não pode me forçar a fazer o que você faz. Não renunciarei e não abandonarei minha fé em Jesus Cristo”, disse Jashim.

Sua negação deixou radicais ainda mais irritados, e eles o agrediram e espancaram violentamente, chegando a esfaquear em vários lugares. Ao todo, eram mais de 50 pessoas que atacaram Jashim e ele estava sozinho. Ninguém se atreveu a se aproximar ou tentou parar o ataque. As pessoas ao redor estavam curiosamente assistindo enquanto tudo aconteceu.

Milagrosamente, Jashim de alguma forma conseguiu escapar dos agressores e foi direto para a casa do líder da igreja e explicou com voz trêmula o que havia acontecido. Ele foi imediatamente levado para o hospital local e tratado. Quando voltou para casa após o tratamento, a polícia estava esperando para pegar seu depoimento sobre o incidente. Mas como a razão do ataque foi devido à sua conversão ao cristianismo, a polícia desdenhou o ocorrido e negou proteção ao cristão.

Depois que a polícia saiu, os agressores voltaram e atacaram Jashim novamente. Desta vez, o ataque foi ainda mais violento e ainda o expulsaram de casa. Como resultado, ele foi internado no hospital com ferimentos graves.

Atualmente, Jashim ainda está no hospital. Seu estado é grave e ele está mentalmente abalado. Sua família, esposa e filhos, se esconderam enquanto os criminosos ameaçavam matar Jashim se voltassem para casa. Não há nenhuma informação sobre o paradeiro de sua família.

A perseguição a cristãos em Bangladesh

O país está em 29º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2022 e os cristãos não enfrentam perseguição apenas de extremistas islâmicos, mas também de militantes pertencentes a outras fés. A região norte de Bangladesh e o distrito de Chittagong Hill Tracts são pontos negligenciados de perseguição aos cristãos nas mãos tanto da maioria muçulmana quanto da minoria budista.

Com informações do Portas Abertas

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se