22.9 C
Vitória
segunda-feira, 20 setembro 2021

Hernandes Dias Lopes: “divórcio não é liberdade, é prisão”

É hora de ouvirmos a voz de Deus e avisarmos àqueles que querem sair pela porta dos fundos do divórcio, que essa porta vai desembocar numa prisão tormentosa e não num horizonte espaço de liberdade

Por Marlon Max

Independente se são cinco, dez ou vinte anos de matrimônio, o casal passa por fases onde as dificuldades do relacionamento parecem intransponíveis. São nos momentos de crises que a maioria dos casados, mesmo sem intenção, flertam com a possibilidade do divórcio. Essa realidade não exclui casais cristãos, ao contrário, a igreja está repleta de casamentos em crises e a beira de ruir.

Pastor Hernandes Dias Lopes aborda a questão do divórcio sobre a perspectiva Bíblica. Com um ministério frutífero e reconhecido em todo Brasil pelo ensino contundente da Palavra de Deus, o pastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória, alerta aos casais sobre o como evitar a separação e a destruição da família.

“Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne”, diz o texto Bíblico em Gênesis 2:24. O pastor inicia sua abordagem sobre a família citando esse texto para mostrar a intenção de Deus em unir casais. “Nós percebemos que a sociedade ocidental está cada dia mais abrindo as portas para o divórcio, e em virtude disso, o número de divorcio está aumentando a cada ano. Provavelmente a cada 100 casais que sobem ao altar, 50 no meio do caminho se esquecem do casamento”, relatou.

casal
Foto: reprodução/ unsplash

Outro dado alarmante que o Dias Lopes apresenta é sobre pessoas que se casam pela segunda vez. De acordo com o Pastor, 70% se separam novamente. “Isso acontece porque o problema não estava na outra pessoa, ou talvez não tenha entendido o que é casamento”, relatou e disse que o que precisa ser notado não é o divórcio mas o motivo pelo qual se separou.

Entendendo o que é o casamento, se consegue evitar divórcios. Com essa máxima, o pastor Hernandes ensina que o foco do casal não deve estar em apagar grandes incêndios, mas ir mitigando pequenas crises para não evitar uma crise irreversível. “A primeira coisa que Jesus ensina sobre casamento, é que não é uma instituição humana, mas um vontade Divina. No dia que a Igreja perder isso de vista, o casamento se fragiliza e o divórcio cresce”, explica.

Então como evitar divórcios? Como apaziguar crises no relacionamento? Essas perguntas são respondidas, segundo o pastor Hernandes Dias Lopes, com o entendimento dos ensinamentos de Cristo. “Onde há disposição para perdão, há cura, há recomeço e restauração”, aponta. Dias Lopes também faz um convite para a comunidade cristã: “é hora de parar de olhar para a cultura ocidental e voltar olhar para a Bíblia – pois é ela que rege a igreja de Deus”.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se