21 C
Vitória
terça-feira, 20 outubro 2020

Guedes: ‘Existe muita confiança no presidente em mim e minha no presidente’

Leia também

Juiz bloqueia R$ 29 mi de Doria por ‘autopromoção’

Campos considerou que há indícios de que Doria os princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa

Conselho de Ética: investigação contra Chico Rodrigues depende de Alcolumbre

A estratégia da cúpula do Senado é derrubar o afastamento determinado pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF)

Tebet sobre indicações ao STF: ‘problema está muitas vezes no nome apresentado’

Segundo a presidente da CCJ, "não tem uma fórmula perfeita, mas esta PEC é um pouco melhor do que aí está, sem dúvida nenhuma"

Depois de se reunir com Bolsonaro, mais cedo, Guedes foi questionado se estaria firme no governo

Por Lorenna Rodrigues (AE)

Em meio à debandada de auxiliares e com rumores de que poderia deixar o cargo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse na segunda-feira, 17, que nenhum ato abalou a confiança entre ele e o presidente Jair Bolsonaro.

Depois de se reunir com Bolsonaro, mais cedo, Guedes foi questionado se estaria firme no governo. “Tivemos uma excelente conversa com o presidente. Existe muita confiança no presidente em mim e minha no presidente. Não tive nenhum ato que me sugerisse que não devesse confiar no presidente e não faltei em nenhum momento com a confiança que o presidente depositou em mim”, declarou Guedes.

O ministro alegou que, “em momentos decisivos”, Bolsonaro sempre o apoiou. Ele afirmou ter passado por “dois ou três” momentos desse e citou o veto de Bolsonaro à possibilidade de aumento de salário de servidores nos próximos anos.

Guedes ressaltou que a popularidade do presidente subiu e acrescentou que Bolsonaro “sente que está firme” para continuar sua agenda. “O presidente é muito transparente e sincero, minha obrigação é ter mesma transparência e sinceridade”, completou.

Surpresa

O ministro da Economia disse ter sido surpreendido com a afirmação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ao Estadão, de que seria inconstitucional uma medida provisória abrindo crédito extraordinário de R$ 5 bilhões para infraestrutura.

De acordo com Guedes, o assunto foi discutido em reunião na semana passada, na qual Maia estava presente. “Foi uma surpresa. O presidente da Câmara estava nas conversas sobre remanejamento de recursos”, afirmou. O ministro disse que as reuniões aconteceram justamente porque o governo está estudando remanejar verbas e não quer fazer “nada de errado”.

Em meio a rumores de que poderia deixar o cargo, Guedes foi questionado se estaria à vontade no governo e respondeu, em tom de brincadeira: “É difícil alguém se sentir à vontade neste cargo”.

Avanço

Nesta segunda, o ministro disse ainda que é natural que os ministros queiram “avançar nos recursos” e que cabe a ele dizer que não se pode furar o teto de gastos. “Dei o alerta de que, se alguém estivesse querendo furar teto, era ruim para presidente. Tenho o papel de proteger finanças públicas, outro ministro tem papel de investir em certas regiões”, alfinetou.

Guedes admitiu que o teto vem restringido obras de investimentos públicos, mas disse que a forma para abrir espaço para investimentos é aprovando o pacto federativo e reduzindo outras despesas. “Qualquer governo quer fazer obra, mas existe uma Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A decisão de onde sai os recursos tem que respeitar a LRF e minha função é dar o alerta”, completou.

Apesar das declarações contraditórias de Bolsonaro sobre o teto de gastos, Guedes ressaltou que na semana passada, tanto o presidente da república quanto da Câmara e do Senado disseram que todos vivem sobre o mesmo teto.

“É inteiramente natural que um presidente eleito queira fazer uma ponte, queira levar água para o Nordeste. Tem que ter recurso no orçamento”, afirmou. “É absolutamente natural que o governo queira fazer obras públicas, os recursos têm que sair de algum lugar, essa discussão é política”.

Guedes ressaltou ainda que projetos importantes para a economia estão sendo retomados e citou o marco regulatório do gás. Ele disse que o crédito está “finalmente” chegando à população e defendeu o lançamento do programa Renda Brasil para “consolidar base social”.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

‘Fofoca’, diz Bolsonaro sobre especulação de que Maia pode virar ministro

"Rodrigo Maia é chefe do Legislativo e vai continuar sendo tratado, da minha parte, como chefe do Legislativo", disse o Presidente

Bolsonaro volta a dizer que vacina contra covid-19 não será obrigatória

Na última sexta-feira, 16, o Presidente já havia sinalizado que o governo não iria obrigar a população a se vacinar

Bolsonaro: fala de Mandetta sobre “trezoitão” iria contra profissão de médico

Hoje, quando questionado por apoiadores sobre a suposta declaração, o chefe do Executivo ressaltou que não tinha conhecimento do assunto

Reino Unido: Igrejas pedem perdão de dívidas do governo

Diversas Igrejas do Reino Unido se uniram para pedir ao governo que perdoe dívidas das famílias afetadas pela pandemia. Saiba mais!

‘É quase uma união estável’, já disse Bolsonaro ao senador Chico Rodrigues

O presidente chama Chico Rodrigues de 'velho colega' e relembra a atuação conjunta em projetos na Câmara dos Deputados

Bolsonaro diz que, na saúde, ‘tivemos mais sucesso que exterior’

Segundo o presidente, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, "está fazendo um trabalho excepcional na Saúde"

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Semana dos manuscritos do Mar Morto; Saiba mais!

Arqueólogos e especialistas vão apresentar um dos mais impactantes achados da humanidade, na semana dos manuscritos do Mar Morto. Evento, que começa nesta segunda,19, é gratuito!

Live Solidária “Um Com Eles” em Libras

A live solidária, realizada pela Portas Abertas, será transmitida pelo Facebook, e estará acessível a todos que entendem a língua brasileira de sinais. Saiba mais!

Desafio Superação em corrida virtual; É neste domingo, 18

Em alusão ao Outubro Rosa, o Desafio Superação vai mobilizar mulheres cristãs de todo o Brasil em prol da saúde. Saiba mais!

Vovô Raul Gil recebe artistas gospel em live; Saiba mais

A live gospel do Vovô Raul Gil será no dia 21 de outubro e vai reunir personalidades e artistas evangélicos. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Rayssa Peres em “Somos mulheres de Deus”

Música é uma homenagem às mulheres. Conheça a canção!

Deive Leonardo de volta as pregações presenciais

Fenômeno da internet, Deive Leonardo grava a primeira série presencial em Itajaí (SC) depois de um bom tempo sem gravar por conta da pandemia.

Episódios do Nossa Música Brasileira; Assista aqui!

Nossa Música Brasileira acontece em formato on-line, com episódios até o final de 2020.. Confira aqui!

Os vencedores da Billboard Music Awards 2020

Kanye West levou nove prêmios, em seis categorias. A cantora Lauren Daigle, que ganhou em três categorias do prêmio em 2019, venceu esse ano como melhor artista cristã.