23 C
Vitória
quarta-feira, 14 abril 2021

Guedes: Arrecadação do primeiro bimestre de 2021 será maior do que em 2020

Temos taxa de crescimento de arrecadação garantida de 3% a 3,5% neste ano

Por Lorenna Rodrigues e Daniel Weterman (AE)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a arrecadação de fevereiro foi recorde para o mês e que os números devem ser anunciados até semana que vem.

Em audiência da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, Guedes disse ainda que a arrecadação no primeiro bimestre de 2021 ficou acima do que no mesmo período do ano passado. “Temos taxa de crescimento de arrecadação garantida de 3% a 3,5% neste ano”, afirmou.

Ao lado de Jair Bolsonaro (Sem partido), Guedes, que, assim como o presidente, não usou máscara durante seu pronunciamento, disse que o chefe está dando todo o apoio a seu programa de governo. Guedes defendeu o ajuste fiscal – apesar de, em dado momento, ter esquecido o nome da Regra de Ouro, que prevê que o governo não pode emitir dívida para custear gastos correntes.

“Quando uma geração faz guerra, ela paga, não empurra para filhos e netos”, acrescentou.

Guedes disse ainda que os “negacionistas” não poderão negar o que chamou de bom desempenho da economia em 2020. “Tivemos, do ponto de vista econômico, muito sucesso no combate à crise. Previam que (o PIB) ia cair acima de 10%, quem caiu 10% foi a Inglaterra. O Brasil caiu 4%”, afirmou.

O ministro afirmou ter ouvido a oposição dizer que foram eles que criaram o auxílio emergencial, mas que “essa medida foi nossa”. “A economia está de novo decolando”, completou.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se