25.5 C
Vitória
terça-feira, 16 abril 2024

Guardiola quer City com nervos no lugar diante do Real

Guardiola quer City com nervos no lugar diante do Real Madrid: 'Emoções fortes' - Foto: Reprodução Twitter / Man City Brazil / @ManCityBrazil
Guardiola quer City com nervos no lugar diante do Real Madrid: 'Emoções fortes' - Foto: Reprodução Twitter / Man City Brazil / @ManCityBrazil

“As emoções vão ser fortes e para vencer o Real Madrid é preciso ter um plano. Meu sentimento é que temos que ser melhores”, comentou Pep

Diante de um rival tão poderoso e com tanta tradição em conquistar títulos da Liga dos Campeões, nada melhor do que estar preparado emocionalmente para não correr o risco de ficar pelo caminho. Acostumado a enfrentar e fazer frente ao Real Madrid desde os tempos de Barcelona, Pep Guardiola, técnico do Manchester City, deu o tom do que seu time deve esperar na partida desta quarta-feira, na Inglaterra.

“As emoções vão ser fortes e para vencer o Real Madrid é preciso ter um plano. Meu sentimento é que temos que ser melhores do que no jogo de ida. Temos de criar mais oportunidades, pois temos pela frente um adversário ainda mais forte”, comentou o treinador durante entrevista coletiva nesta terça-feira.

O Manchester City tem a chance de se garantir na final do torneio jogando sob o apoio dos seus torcedores. Depois de empatar o primeiro confronto da semifinal por 1 a 1, uma vitória simples assegura o time na decisão da Liga dos Campeões. Ao falar do rival, o treinador espanhol deu a receita do seu “modus-operandi”.

“Sempre enfrentei os jogos contra o Real Madrid pensando no meu time. Sem desrespeito ao adversário, mas nessas partidas tenho que pensar muito no que eu preciso fazer. Conhecer o Real não significa que você pode controlá-lo.”

- Continua após a publicidade -

Ao falar da tradição do Real Madrid no torneio mais nobre da Europa, Guardiola relacionou o número de taças conquistadas às equipes que o gigante espanhol sempre montou ao longo de sua história. No discurso, ele também tratou de valorizar o momento do City, que está muito perto de conquistar o Campeonato Inglês e também é um dos finalistas da Copa da Inglaterra.

“Basicamente o que eu diria sobre o Real Madrid é que eles sempre tiveram jogadores de altíssimo nível. Sem esses atletas extraordinários, não dá para vencer um campeonato tão qualificado. Quanto ao City, o meu legado já é excepcional. Estamos há cinco ou seis anos ganhando muitas coisas e jogando muito bem, o que é importante”, comentou.

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -