22.9 C
Vitória
terça-feira, 22 setembro 2020

Governo lançará app para denúncia de abusos

Leia também

‘Mistura de ceticismo com desconhecimento’ afeta soluções ambientais, diz Barroso

Ministro chegou a indicar que, em razão da semelhança dos assuntos, as ações poderão até ser levadas a julgamento juntas

Aras se diz contra pedido da prefeitura do RJ para volta às aulas na rede privada

De acordo com o procurador-geral, o deferimento dos pedidos de suspensão de segurança, de liminar e de tutela provisória tem caráter excepcional

Doria diz ter plano estadual alternativo à vacinação contra covid-19

O governador porém ressalvou: "tenho certeza que Ministério da Saúde não caminhará, não trilhará um caminho ideológico, partidário e eleitoral"

O aplicativo será pela Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, através do Disque 100. O app vai servir para crianças e adolescente denunciarem abusos

Uma iniciativa do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, pretende facilitar o acesso de crianças a um canal de denúncia por abusos sexuais e/ou violência. O anúncio foi feito pela ministra Damares Alves. Trata-se de um app para que crianças e adolescentes possam denunciar casos de abusos sexuais e de espancamentos e torturas na família.

“Nenhuma criança ficará para trás. Neste período de pandemia, precisamos dar ainda mais ferramentas para que elas solicitem socorro. Denuncie você também, escreveu Damares Alves em sua conta no Twitter. O lançamento do aplicativo será pela Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH), no âmbito do Disque 100 (Disque Direitos Humanos).

O alerta para a iniciativa veio de uma queda nas denúncias relacionadas a esses crimes após o confinamento determinado pelas autoridades estaduais e municipais como tentativa de conter a pandemia.

“A ferramenta será lúdica e bastante interativa. O objetivo é ajudar o público infanto-juvenil a romper o muro do silêncio, barreira essa tantas vezes presente nos contextos de violência”, comentou o titular da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA/MMFDH), Maurício Cunha, segundo informações do portal Gazeta Brasil.

“As nossas crianças e adolescentes estão sofrendo sozinhos agora. Durante a pandemia, não está sendo possível contar com espaços que possibilitavam a realização das denúncias, como as escolas. Por isso, a nossa preocupação em desenvolver ações que combatam as violações intrafamiliares”, acrescentou Cunha.

Denúncias

Mais de 35 mil denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes foram recebidas pelo Disque 100 nos últimos dois anos. E e desde março – quando se iniciaram as suspensões das aulas – houve queda de 18% na média de denúncias de pornografia infantil, abuso sexual e exploração sexual.

Números como esses exemplificam a importância dos canais de denúncia no combate às violações. Implementados pelo MMFDH, o Disque 100, o app Direitos Humanos Brasil e o site da ONDH são gratuitos e funcionam 24h por dia, inclusive em feriados e nos finais de semana. Os serviços também podem ser acionados pelo WhatsApp e Telegram.

*Com informações de MMFDH

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Brasil: Governo pede suspensão da exibição do filme “Cuties”

"Cuties" (Lindinha), produção francesa da Netflix, é acusada de sexualizar crianças. Saiba mais!

Live Elementos Essenciais do Discipulado hoje

Como os Estudos da Bíblia de Discipulado podem ser usados em microgrupos de discipulado entre pessoas recentes na fé. Saiba mais!

Angola: Justiça manda fechar templos da Igreja Universal

Prédios da Igreja Universal em Angola, localizados em pelo menos quatro regiões foram interditados por autoridades policiais neste domingo.

Após seis dias internado, André Mendonça deixa hospital

De acordo com o Ministério da Justiça, ele seguirá trabalhando de casa nas próximas três semanas. Saiba mais!

“Maior tesouro”, com Anderson Freire e Jozyanne

Música é uma composição de Josyanne e Anderson Freire. "Maior tesouro" está disponível em todas plataformas digitais. Ouça a canção!

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !

“Inesquecível”: a história da professora que morreu para salvar crianças

Filme vai contar a história da professora Heley de Abreu, que deu avida para proteger crianças de um incêndio, em Janaúba (MG). Saiba maiws!

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!