26.9 C
Vitória
domingo, 24 outubro 2021

ES: Governador pede que igrejas suspendam cultos presenciais

Durante encontro com 65 lideranças religiosas do Espírito Santo, governador Renato Casagrande pediu a suspensão de cultos presenciais por 14 dias

Por Josué de Oliveira

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), se reuniu com lideranças religiosas na manhã desta terça-feira, 16. Na pauta do encontro, um apelo para que as igrejas suspendam a realização de cultos presenciais durante os próximos 14 dias para reduzir o risco de contágio do novo coronavírus.

Estiveram presentes cerca de 65 lideranças religiosas do Estado. Segundo o presidente do Fórum Político Evangélico do Espírito Santo, pastor Evaldo Carlos dos Santos, o governador fez uma exposição do cenário atual da pandemia e pediu para que as atividades das igrejas fossem feitas de forma online.

“Não foi uma imposição, foi um pedido para as igrejas que puderam façam seus cultos de forma virtual. E as que não puderem, que reduzam a quantidade de participantes para evitar ao máximo a propagação do vírus”.

Segundo o pastor Evaldo, Casagrande também pediu que as igrejas orassem para no sentido do enfrentamento à pandemia. “As igrejas vão atender o pedido e aquelas que não puderem por falta de recursos vão intensificar a aplicação das medidas sanitárias e contribuir para o bem de todos”.

reunião_lideranças religiosas
Foto: Reprodução

Sem impedimentos

Em nota, a Associação dos Pastores de Vila Velha (Apevive) reforçou que nos próximos 14 dias as igrejas não estariam impedidas de funcionar, e que, aquelas que suas lideranças decidirem por permanecer com seus Cultos de forma presencial, reforçassem suas medidas de distanciamento e demais medidas preventivas.

“Fica então a critério de cada líder a tomada de decisão que julgar mais coerente com sua comunidade de fé, mas com o apelo de que haja a adesão consciente da recomendação em não haver cultos e nem reuniões presenciais neste período corridos de 14 dias, a partir de ontem”.

A Convenção Batista do Estado do Espírito Santo, que também participou do encontro, divulgou uma circular para todas as igrejas do estado pedindo a suspensão dos cultos presenciais por 14 dias.

“Na medida do possível, nos próximos 14 dias, solicitamos que os cultos sejam realizados on-line. Caso a igreja não possa assim fazer, que reduza, então, o número de participantes ao mínimo possível nos presenciais e continue adotando com rigor todo o protocolo de cuidado sanitário já definido governo”, diz a nota.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se