19.9 C
Vitória
domingo, 21 abril 2024

Gabriel Menino fará queixa por insinuações de participação

Gabriel Menino exalta 'ajuda mental' adquirida em série de treinos do Palmeiras na Data Fifa - Foto: Cesar Greco / Palmeiras
Gabriel Menino exalta 'ajuda mental' adquirida em série de treinos do Palmeiras na Data Fifa - Foto: Cesar Greco / Palmeiras

O jogador declarou que jamais se envolveu com episódios de apostas esportivas. E que zela pela ética e pelos princípios da legalidade

O volante Gabriel Menino, do Palmeiras, afirmou que vai apresentar uma queixa-crime contra o responsável por disseminar a informação nas redes sociais de que o jogador estaria envolvido em um esquema de apostas esportivas. O atleta divulgou uma nota oficial repudiando o rumor.

“Jamais tive envolvimento com episódios de apostas esportivas. Na minha vida pessoal e profissional, zelo pela ética, lealdade e pelos princípios da legalidade. Sou funcionário de uma grande instituição, com milhões de torcedores, e respeito muito essa relação. Sei dos meus deveres e o que represento para todas essas pessoas”, escreveu.

“Comunico que meu staff jurídico apresentará, o mais breve possível, uma queixa-crime contra o responsável por insinuar minha participação em esquema de apostas esportivas, tema divulgado amplamente pela mídia nos últimos dias, em um lance no início do segundo tempo da partida contra o Vasco da Gama”, completou.

No lance em questão, o Palmeiras dá a saída de bola no meio-campo e Menino lança para ninguém na linha lateral, levantando a suspeita de ter errado deliberadamente. Porém, o volante compartilhou um vídeo da mesma jogada, contra o Água Santa, na final do Paulistão, mostrando que o lance já deu certo anteriormente.

- Continua após a publicidade -

Um dos alvos é o influenciador Raiam Santos. Ele postou em sua página no Instagram que “sobraria” para o Gabriel Menino após o caso envolvendo Eduardo Bauermann, do Santos, ganhar repercussão

O vídeo da jogada ganhou repercussão após o avanço das investigações do Ministério Público de Goiás (MP-GO) sobre um esquema fraudulento de apostas esportivas. Os jogadores eram cooptados para receber cartões vermelhos e amarelos, ou realizar eventos na partida, como por exemplo cometer uma penalidade.

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -