22.6 C
Vitória
sexta-feira, 18 setembro 2020

Fumaça da Amazônia e Pantanal começa a chegar a cidades do Sudeste e Sul do País

Leia também

MEC promete protocolo e R$ 525 milhões para retorno às aulas presenciais

O ministro afirmou que a decisão sobre data para reabrir escolas não é do MEC, mas de Estados e municípios

Bolsonaro volta a estimular Renda Brasil

O governo também não quis deixar um vácuo aberto para os congressistas, que já têm projetos para reforçar o Bolsa Família

STF define julgamento de garantia a negros

A medida assinada por Lewandowski, em caráter liminar, determina apenas a repartição dos recursos e do tempo da propaganda de forma proporcional entre concorrentes brancos e negros

Os dados do Inpe revelam que, entre 1º de janeiro e 31 de agosto, foram registrados pelos satélites do Instituto um total de 10.153 focos de incêndio no Pantanal

Por André Borges (AE)

As queimadas que avançam descontroladamente sobre a Amazônia e o Pantanal já se alastram sobre os países vizinhos do Brasil e alcançam municípios das regiões Sudeste e Sul do País, em rotas de mais de 3 mil quilômetros de extensão. As imagens de satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram uma imensa mancha branca de fumaça encobrindo a região sul do Amazonas, seguindo por Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, rumo aos Estados de São Paulo e Paraná.

Segundo a Metsul, imagens de satélite mostram um denso corredor de fumaça que avança da região da Amazônia até o Rio Grande do Sul. Mas o instituto de meteorologia enfatiza que essa fumaça que tem origem nos focos de queimadas está avançando “primariamente em altitude e não perto da superfície”. Isso significa que no momento as pessoas poderão ver uma mudança na coloração do céu por causa disso, mas os índices de qualidade do ar não serão afetados por isso.

Até quinta-feira, 10, os focos de incêndio no bioma Amazônia chegavam a 13.810 ocorrências, o equivalente a 70% do volume verificado nos 30 dias de setembro de 2019. No caso do Pantanal, em apenas dez dias de setembro foram contabilizados 2.550 focos de queimadas, 88% do volume registrado durante todo o mês de 2019.

Os dados mostram que, a despeito de o governo anunciar esforços de combate aos crimes ambientais, com a entrada dos militares nas operações, este ano caminha para ser o mais devastador em relação a registros de incêndios e danos causados pelo fogo, superando os índices do ano passado.

Como mostrou reportagem do Estadão na terça-feira, 8, o número de focos de incêndio registrado no Pantanal entre janeiro e agosto deste ano equivale a tudo o que queimou no bioma nos seis anos anteriores, de 2014 a 2019.

Os dados do Inpe revelam que, entre 1º de janeiro e 31 de agosto, foram registrados pelos satélites do Instituto um total de 10.153 focos de incêndio no Pantanal, bioma que soma 150 mil quilômetros quadrados, localizados nos Estados do Mato Grosso (35%) e Mato Grosso do Sul (65%). O número de focos supera os 10 048 pontos de queimadas contabilizados pelo Inpe entre 2014 e 2019.

Se comparado com o ano passado, o número deste ano é três vezes superior aos 3.165 focos de incêndio verificados entre janeiro e agosto de 2019. Em relação aos 603 focos confirmados em 2018, o cenário deste ano representa uma alta de 1.700%.

No último dia 31 de agosto, uma densa fumaça ocasionada por incêndios florestais encobriu a cidade de Cuiabá. A fumaça foi proveniente de queimadas que ocorrem em regiões próximas, como Chapada dos Guimarães, Barão de Melgaço, Poconé e Santo Antônio.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

‘Pantanal está triste’, diz produtor

Pequenos pecuaristas revelam o medo de perder a fonte de renda porque pastos que já eram modestos foram reduzidos a cinzas

Há visão distorcida sobre desmatamento ilegal e queimadas na Amazônia, diz Mourão

Para ele, é preciso também estimular ambiente de negócios que promova a disseminação de "emprego e renda em atividades sustentáveis", por meio da bioeconomia

Incêndios levam Mato Grosso do Sul a decretar situação de emergência

O decreto ainda faz menção ao aumento de atendimentos em unidades de saúde por doenças relacionadas à qualidade do ar, "com registro de elevação substancial dos casos"

Igreja no combate a incêndios no Pantanal

Mais de duas toneladas de alimentos arrecadados já foram distribuídas para as famílias que moram na região atingida pelo incêndio no Pantanal. Saiba mais!

ONG arrecada fundos para animais resgatados de queimadas no Pantanal

A instituição também está aberta para receber voluntários que possam auxiliar nas ações em prol dos animais resgatados das queimadas

Agosto foi 2º pior mês de queimadas na Amazônia nos últimos dez anos, mostra Inpe

Entre maio e agosto, período de presença do Exército na Amazônia, o número de queimadas foi de 39.187, basicamente o mesmo de 2019 (38.952)

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!

Jornada Agentes de transformação online; Saiba mais!

Realizado pelo grupo Valorem, organização que reúne empreendedores cristãos para servir o reino de Deus através de negócios, a Jornada Agentes de transformação, acontece dias 11 e 12 de setembro.
- Publicidade -

Plugue-se

Amanda Loyola, floresce uma potência vocal do gospel

Artista capixaba, que ficou conhecida ao participar do quadro Jovens Talentos, do Programa Raul Gil, já lançou três canções pela Sony.

Luciano Camargo reverencia o gospel em trabalho solo inédito

Com 29 anos de carreira ao lado irmão, Zezé de Camargo, Luciano Camargo acaba de lançar 15 músicas dedicadas ao gospel. O álbum "A Ti entrego". Saiba mais!

“Compostagem” é o novo EP do rapper Felipe Vilela

O projeto conta com três faixas, entre elas a canção “Reluzir”, que traz a participação de Eli Soares O rapper Felipe Vilela acaba de apresentar...

Espiritualidade saudável e a qualidade de vida no mundo pós-moderno

"Formação Espiritual" reúne reflexões de teólogos e alerta para os perigos do ativismo, da pressa e do esfriamento das relações humanas e da fé.