back to top
20.9 C
Vitória
domingo, 23 junho 2024

Frente Evangélica atua para restabelecer liberdade das igrejas nos presídios

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Se as alterações não forem feitas, os parlamentares pretendem derrubar a medida que restringe a evangelização nas cadeias

Por Patricia Scott

Parlamentares da Bancada Evangélica aguardam mudanças na resolução que proíbe o proselitismo religioso nos presídios. A medida do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), publicada no dia 24 de abril, define diretrizes e recomendações à assistência sócio-espiritual e à liberdade religiosa de presos.

Caso as alterações não ocorram, os parlamentares evangélicos pretendem derrubar, por meio de Projeto de Decreto Legislativo (PDL), a resolução do CNPCP. “Sempre tivemos liberdade religiosa, dentro e fora dos presídios, com direito a proselitismo religioso”, disse o presidente da Bancada Evangélica na Câmara dos Deputados, Eli Borges (PL-TO).

Os parlamentares evangélicos estiveram reunidos com o ministro da Justiça e Segurança Pública Ricardo Lewandowski, no último dia 8 de maio. Ficou acertado que eles vão enviar oficialmente ao ministério sugestões de mudanças nos trechos da resolução que consideram dúbios.

- Continua após a publicidade -

Por meio de comunicado, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) informou que aguarda sugestão da bancada para alterar a resolução por meio de uma nota técnica a ser a ser elaborada pelo secretário Nacional de Políticas Penais, André Garcia. Após a finalização, o documento será enviado a todos os estabelecimentos prisionais do país para que não haja quaisquer dúvidas sobre a garantia da liberdade religiosa dentro das unidades.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -