23.5 C
Vitória
terça-feira, 24 novembro 2020

Força-tarefa da Postalis e PF miram lavagem e fazem busca no RJ atrás de R$ 45 milhões

Leia também

País quer elevar comércio com a Índia, diz Guedes

"Nossos olhos brilham como vemos acordos como o da Ásia, que integram toda a região", afirmou o ministro da economia

PF faz ‘maior operação do ano’ contra o tráfico

Durante as investigações, que começaram em 2017, foram apreendidas 50 toneladas de cocaína nos portos do Brasil, da Europa e da África

Bolsonaro lamenta alta de preços de alimentos

O presidente ressaltou que sem medidas do governo federal, como a ajuda para pequena empresas e o auxílio emergencial

Ao todo os agentes cumprem seis mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro

Por Pepita Ortega e Fausto Macedo (AE)

A força-tarefa da Operação Postalis e a Polícia Federal deflagraram nesta terça-feira, 11, a Operação Rebate para reunir provas sobre supostos crimes contra o Sistema Financeiro Nacional e de lavagem de dinheiro envolvendo recursos desviados do fundo de pensão dos Correios. Um dos alvos da ofensiva está o ex-presidente do Grupo BNY Mellon José Carlos de Oliveira, sendo os investigadores também buscam ‘localizar bens de alto valor adquiridos pelo executivo, especialmente joias, metais e pedras preciosas pagas com o uso de dinheiro em espécie em valores superiores a R$ 45 milhões’.

Ao todo os agentes cumprem seis mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro. As medidas foram autorizadas pela 12 ª Vara de Justiça Federal do Distrito Federal e miram, além de Zeca Oliveira, mais três pessoas e uma empresa.

Segundo o Ministério Público Federal, a Rebate investiga a utilização de empresas de fachada pelo ex-presidente do Grupo BNY. Os investigadores apontam que Zeca ‘desviava recursos de fundos de investimentos que recebiam aportes do Postalis por meio da dissimulação de taxa de rebate repassada para duas empresas vinculadas indiretamente ao alvo, sendo uma delas registrada em nome de familiares’.

A Procuradoria indica ainda que as buscas visam ‘esclarecer fatos relacionadas ao desvio de recursos do Postalis por meio de taxas de administração de fundos e também de remuneração de agente autônomo de investimentos’.

O nome da operação, Rebate, faz referência à ‘taxa de rebate’, comissão contratada em produtos financeiros e utilizada para remunerar os intermediários, como bancos, corretoras e agentes autônomos, indicam os investigadores.

Em março deste ano, José Carlos de Oliveira se tornou réu por supostos crimes contra o sistema financeiro que provocaram um rombo de R$ 98 milhões no fundo de pensão dos Correios. A decisão que aceitou denúncia contra o executivo também atingiu o ex-presidente do Postalis Antonio Carlos Conquista e o ex-diretor Ricardo Azevedo. Na ocasião, o juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, também bloqueou os bens até o valor da cifra do prejuízo.

COM A PALAVRA, JOSÉ CARLOS OLIVEIRA

Até a publicação desta matéria, a reportagem não havia obtido contato com a defesa do executivo. O espaço está aberto para manifestações.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

PF faz ‘maior operação do ano’ contra o tráfico

Durante as investigações, que começaram em 2017, foram apreendidas 50 toneladas de cocaína nos portos do Brasil, da Europa e da África

Justiça bloqueia R$ 420 mi e manda PF fazer buscas contra ex-fiscal da Receita

A Receita informou que iniciou investigação sobre o ex-servidor em 2015, tendo identificado suposto esquema de sonegação de tributos

PF faz operação contra quadrilha especializada no tráfico

Os policiais também identificaram mais R$ 24 milhões movimentados pela organização criminosa desde o ano de 2018

Comunicações suspeitas ao Coaf aumentaram 40%, diz Febraban

Segundo presidente da Febraban, houve um crescimento "exponencial" de fraudes bancárias e tentativas de desvios de verbas públicas

‘É quase uma união estável’, já disse Bolsonaro ao senador Chico Rodrigues

O presidente chama Chico Rodrigues de 'velho colega' e relembra a atuação conjunta em projetos na Câmara dos Deputados

Por venda de sentenças, Fachin mantém preso perito ligado a ‘juiz dos ingleses’

Ao analisar o caso, Fachin observou que, segundo os autos, a prisão preventiva de Tadeu não foi justificada em 'argumentos genéricos, mas em evidências concretas'

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Miniconferência on-line: “Fé e Ciência para Corpos e Mentes”

Cientistas cristãos brasileiros respondem questões de fé e ciência para corpos e mentes. Tema será abordado na mini Conferência online. Saiba mais!

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 

Conferência pastoral Fidelidade Extrema

Realizado pela Associação Evangelística Billy Graham, a Conferência começou hoje, 13 e vai até amanhã. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Deive Leonardo grava última série do ano: Confira!

Gravação será no dia 12 de dezembro, em São José do Rio Preto (SP). Saiba mais!

Atriz é demitida por se posicionar contra a homossexualidade

Após usar sua página no facebook para escrever seu posicionamento contra a homossexualidade, a atriz cristã foi demitida de uma peça de teatro que participaria como atriz principal. Saiba mais!

Bíblia 365! Leitura em um ano da Palavra de Deus

Editora Mundo Cristão lança "Bíblia 365", diagramada especialmente para a leitura em um ano Acaba de chegar ao Brasil a Bíblia 365, lançamento da Editora...

Leonardo Gonçalves e seu “Sentido”

Projeto reúne canções que marcaram os primeiros 20 anos da vida do artista e ainda homenageia músicos que o ajudaram em sua formação e carreira musical