Força Nacional permanece em Moçambique até junho

Moçambique ainda se recuperava do poderoso ciclone Idai que o atingiu em março, em que morreram mais de mil pessoas, quando foi atingida pelo ciclone Kenneth

A pedido do Ministério das Relações Exteriores, o contingente da Força Nacional de Segurança Pública vai permanecem em Moçambique até 7 de junho. A medida foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (07).

Desde o início de abril, os militares estão realizando um trabalho de assistência humanitária na cidade de Beira e nas regiões atingidas pelo ciclone Idai, em março, que ocasionou a morte mais de mil pessoas. Seis semanas, o país foi novamente afetado por um fenômeno da natureza, desta vez, pelo ciclone Kenneth, em Cabo Delgado.

A portaria assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (7).

Foto: Reprodução

Por meio da assessoria de imprensa, o Ministério da Justiça informou que 24 bombeiros chegaram a Moçambique para render o efetivo que estava no país trabalhando na missão de ajuda humanitária,

“Os 20 bombeiros que participavam da missão retornam ao Brasil nesta terça-feira (07). Eles chegarão em Brasília por volta das 22h10 em voo comercial vindo de Guarulhos”, informou o ministério.


leia mais

População de Moçambique é assolada por outro ciclone
Brasil ajuda Moçambique – “Destruição é total”, diz missionária

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!