27 C
Vitória
quarta-feira, 8 abril, 2020

Fome na Coreia do Norte

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Empresas endividadas poderão tomar empréstimo

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, disse que o governo está elaborando uma medida provisória para permitir que empresas com dívidas com o governo federal possam tomar empréstimos durante a pandemia do coronavírus.

Irã liberta cristãos presos por sua fé

O país tem dezenas de líderes cristãos presos por se reunirem em casa para cultuar a Deus. Amin Khaki foi libertado após 3 anos de prisão. Confira! 

Covid-19: Brasil tem 667 mortes e mais de 13 mil casos confirmados

Número de mortes é 13% maior que o anunciado ontem (486). Saiba mais! 

Banco Mundial destaca política comercial brasileira no combate à Covid-19

Instituição multilateral elenca melhores práticas comerciais para enfrentar a pandemia. Saiba mais! 

A falta de subsídios e o autoritarismo do governo faz com que a população norte-coreana sofra também com a fome no país

A situação na Coreia do Norte não é difícil apenas para os cristãos. Toda a população enfrenta os desafios de viver em um país tão fechado. Um dos principais problemas é a fome. Nos anos 1990, tiveram que encarar um período de fome intensa que matou muitos norte-coreanos. Desde então, apesar do controle da situação, a questão ainda continua muito delicada.

Durante sua gestão, Kim Il-Sung prometeu aos norte-coreanos três tigelas de arroz por dia. Essa era uma promessa grandiosa e impossível de cumprir a todos. Entretanto, o sistema de distribuição pública abastecia a população de acordo com a classificação e trabalho das pessoas. Vale lembrar que a Coreia do Norte tem um sistema de castas dos mais cruéis e rígidos do mundo. Uma vez em uma casta inferior, a pessoa é fadada a morrer nela, sem chances de subir na vida ou até ter uma alimentação digna.

Mas chegou um tempo em que a comida acabou até nos centros de distribuição. Só havia comida no mercado negro, mas os preços eram exageradamente altos. Um quilo de arroz custava nove vezes mais do que no centro de distribuição.

Quase todo ano, o país fica aquém da meta necessária para abastecer a população. Com invernos prolongados e montanhas altas, a Coreia do Norte precisa de terra para plantio, mas recusa incentivos aos agricultores e não tem recursos para custear combustível ou equipamentos agrícolas modernos.

“No inverno tudo fica congelado e não há nada para comer. O povo sofre com miséria e fome severas. A maioria das pessoas está desnutrida”, conta Jo Eun* uma cristã norte-coreana que hoje está refugiada em outro país.

Ela conta que entre 1996 e 1998, a forme realmente era severa. As pessoas começavam a ir mais longe para conseguir comida. Crianças faltavam na escola para procurar algo para comer. “Aqueles foram os piores anos. Não tinha trabalho, nem alimento. Uma noite, fui a uma fazenda estadual e roubei maças e outras frutas. Coloquei em uma sacola e carreguei para casa. Ela, a mãe e o irmão basicamente tomavam sopa de grama para se alimentar. As frutas roubadas foram vendidas no mercado.

“Na Coreia do Norte, costumamos comera arroz ou milho. Isso significava que eu não conseguiria muito dinheiro vendendo as frutas no mercado. Com o que consegui, não podia pagar pelo milho. Tive dinheiro apenas para comprar um pão. Eu queria muito compartilhar com meu irmão e minha mãe, mas estava com tanta fome que antes de ir para casa, comi tudo”, compartilhou.

AJUDE

Por conta dessa situação, a Portas Abertas providencia para milhares de cristãos norte-coreanos comida, remédios e roupas. Refugiados cristãos norte-coreanos em outros países também são beneficiados. Um cristão local declarou que “seria impossível imaginar um carro sem motor. Da mesma forma, não podemos imaginar como poderíamos sobreviver sem a sua preocupação, orientação, apoio e amor.

Sempre lembramos que vocês se importam conosco. Por meio do seu amor e cuidado, passamos por qualquer circunstância. O fato de ajudarem é a prova que Deus existe. Graças a vocês, sabemos que ele não se esqueceu de nós”, afirmou.

Colabore com a campanha de ajuda com mantimentos à Coreia do Norte

Além de comida, roupa, remédios e outros itens básicos, os cristãos norte-coreano necessitam, basicamente, de oração.

Assista (Fome na Coreia)

*Com informações de Portas Abertas


Leia mais

O privilégio de ser perseguido por Cristo
Dia da Igreja Perseguida 2019 será a Coreia do Norte
A oração aos cristãos perseguidos

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Live: “As perguntas cruciais a serem respondidas na crise”

Um dos 25 melhores CEO’s dos EUA, Craig Groeschel fará nesta quinta-feira (02), às 10h30, uma Live exclusiva para o Brasil com tradução simultânea

Vigília online ‘Há uma Luz’: um clamor contra o covid-19

Para levar paz e esperança à população afetada pela pandemia global da Covid-19, a plataforma cristã, InChurch, organizou a vigília online “Há uma Luz” nesta quarta (1º).

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Conheça as novas artistas da Sony Music

Amanda Loyola, que é capixaba, foi destaque do quadro de Jovens Talentos do Raul Gil e Thais Castro, que é líder do ministério de louvor da igreja Por Amor de São Bernardo do Campo (SP). Agora as duas integram o time Sony Music

“Deus nos poupou”, desabafa Soraya Moraes

Em suas redes sociais, a cantora Soraya Moraes fez um desabafo da cura do marido de covid-19. Ela também revelou que estar curada da doença

Vencendo o medo é tema de campanha da SBB

Nesses tempos difíceis que o Brasil e o Mundo têm enfrentado, a Sociedade Bíblica do brasil quer levar Esperança às pessoas. Por isso, foi lançada a campanha de evangelização "Vencendo o Medo", com o objetivo de compartilhar a Palavra de Esperança.

Danilo Franco traz o pop pentecostal em “Confio em Deus”

Em tempos de isolamento social, a mensagem da canção "Confio em Deus", de Danilo Franco, pode fazer grande diferença na vida de milhares de pessoas.