30.7 C
Vitória
sexta-feira, 4 dezembro 2020

Finanças: Na medida certa para a saúde do lar

Leia também

Gilmar, Toffoli, Alexandre e Lewandowski voltam para reeleição

Para Gilmar Mendes a regra de permitir apenas uma reeleição deve valer apenas a partir de agora, por conta do princípio da "anualidade"

Neoenergia vence disputa em leilão pela CEB-D

O grupo italiano era visto por especialistas no setor elétrico como grande favorito, tendo em vista o maior potencial de sinergias

Com fim do auxílio, desigualdade pode voltar aos anos 80

O auxílio diminuiu a diferença de renda entre os mais pobres e os mais ricos, o que pode ser verificado pela redução do índice de Gini

A questão financeira sempre foi um ponto melindroso para muitas famílias, mas o equilíbrio nessa área é alcançado à luz da Palavra de Deus “Dinheiro não é problema, é solução”.

Em rodas de amigos, até mesmo cristãos, é comum ouvir tal ditado. O assunto “dinheiro” está na boca dos colegas de escola que estão para escolher uma profissão, está no protesto dos trabalhadores grevistas  e nas estatísticas dos economistas da TV. Na atual sociedade ocidental, tão envolvida com desejos consumistas, o mundo parece girar em volta do dinheiro.

Trabalha-se cada vez mais, para se ganhar mais e consumir mais. E, claro, para consumir mais, é preciso ganhar mais e, consequentemente, trabalhar mais. O ciclo, que parece não ter fim, conduz a vida de muitas pessoas, até mesmo algumas que já entregaram seu caminho ao Senhor.

A falta de entendimento com relação ao que Deus tem a dizer sobre o dinheiro tem levado famílias inteiras à ruína. A má administração orçamentária, com gastos exagerados, desperdícios ou avareza, causa diversos prejuízos aos lares, segundo o pastor Ivonildo Teixeira.

Há 27 anos ministrando palestras sobre finanças e autor de 34 livros sobre o assunto, o pastor, que também é fundador da Igreja do Nazareno, em Vila Velha, afirma que tanto a falta como o excesso de dinheiro, se mal administrados, estão entre as causas mais frequentes de separação de casais.  E ele não está sozinho em sua tese.Uma pesquisa feita em 2010 pelo Instituto Gallup, nos Estados Unidos, com 1.500 casais recém-divorciados, mostrou que para 40% deles o dinheiro foi o principal motivo das brigas que levaram à separação.

Aqui no Brasil, a realidade não é diferente. A H2R, consultoria de pesquisa em atendimento dos consumidores, entrevistou 150 pessoas na cidade de São Paulo, com idades entre 18 e 45 anos. O estudo, feito em 2004, revelou que 38% dos casais brigavam por causa de dinheiro. De acordo com Rubens Hannun, autor da pesquisa, mesmo depois de oito anos, o “vil metal” continua sendo um dos maiores problemas para quem divide o mesmo teto.

Até que as dívidas nos separem…

Para os pesquisadores, assim como para o pastor Ivonildo, o endividamento pesa, e bastante, na estabilidade matrimonial. “Descobri três grandes erros que normalmente são cometidos pelo casal. Primeiro: o responsável esconde os estragos financeiros que fez. Quando o ‘inocente’ descobre o rombo, o lar vira um inferno. Segundo: tenta-se arranjar o ‘verdadeiro culpado’.

As acusações passam a ser as armas usadas como defesa, como: ‘A culpa é sua!’. Terceiro: em um casamento cheio de dívidas, falta de dinheiro, cobradores à porta, o mais provável é acontecer a separação. Isso quando não acontece uma tragédia”, disse o pastor.

Para ele, hoje, o voto de casamento está sendo mudado. “Antes era: ‘Até que a morte nos separe’. Mas hoje é: ‘Até que as dívidas nos separem’. Uma senhora de 45 anos, casada, disse-me uma vez que o casal pode se amar muito, mas se o dinheiro faltar, fatalmente a estrutura do lar balançará. A única maneira de evitar que o divórcio aconteça é através da compreensão. Nessas situações, é preciso tomar novos rumos, reparar os erros, e os cônjuges se confessarem um ao outro. Além disso, não esquecer de dizer palavras que mais parecem pérolas, mas que ressuscitam qualquer casamento: ‘Errei’; ‘Perdoe-me’; ‘Eu amo você’”, enfatizou o pastor.

O casal Wilken e Cláudia Meirelles sabe bem o que é isso. Eles enfrentaram, após três anos de casamento, o início de uma crise por conta da questão financeira. Hoje, já superada a situação, Cláudia ensina a outros casais o que o desequilíbrio financeiro pode gerar dentro de um lar: “Mentiras, desconfiança entre cônjuges, filhos criados numa realidade financeira falsa, brigas, divórcios e toda sorte de males”, destaca.

Se fores fiel…

Há anos palestrando em centenas de igrejas, o pastor Ivonildo chegou a uma triste conclusão: menos da metade dos cristãos são dizimistas. “Apenas 30% dos cristãos são dizimistas. Quando se trata de oferta, o estrago é muito maior do que se possa imaginar.

A Bíblia diz que aqueles que, por qualquer motivo, deixam de ser fiéis a Deus nos dízimos e nas ofertas tornam-se candidatos a receber ‘visitas indigestas’. Uma delas é abrir a porta do lar e dar legalidade ao devorador para entrar e trazer os seus comparsas, não só para tirar a saúde financeira do lar, mas, até mesmo, levar a família a um final infeliz. As passagens de Dt 28:15-68, Jl 2:25, Is 1:19 e Ml 3:8,9,11 mostram bem isso”, sublinhou o pastor.

Fidelidade é um dos princípios também apresentados pelo Ministério Crown – ligado à Universidade da Família – que, através de ministrações em pequenos grupos, proporciona o estudo de princípios contidos na Bíblia como honestidade, contentamento, confiança em Deus, fidelidade e caridade, entre outros.

O objetivo é de,  quando incorporados ao dia a dia e praticados com compromisso, levar as pessoas a utilizar o dinheiro de forma equilibrada e saudável. De acordo com Débora de Souza – ela e o marido, Arnaldo Machado, são os responsáveis pelo Ministério Crown no Estado –, o curso que ministram “parte do entendimento de que Deus é o dono de todas as coisas e que nós somos apenas seus mordomos. E como mordomos, deveremos lidar com o que é dEle da maneira que Ele quer. Um dia prestaremos contas a Ele dessa administração”.

O curso não é só para adultos, explica Débora. Há também pequenos grupos para jovens, crianças e adolescentes, para ensinar-lhes a serem tementes a Deus e mais generosos, num mundo cada vez mais consumista. “No Crown, a criança aprende a dar, poupar e depois gastar. Ela vê a vida financeira como uma forma de agradar a Deus”.

Planejamento também é uma palavra-chave para quem quer sair das dívidas ou nem sequer passar por elas. “Jesus, o maior consultor financeiro da terra, nos orienta, antes de qualquer questão, que sentemos à mesa e tomemos papel e caneta a fim de elaborar um bom planejamento para a família”, ressalta o pastor Ivonildo. Para ele, o exemplo de José, que foi governador do Egito numa época de fartura e depois de escassez (Gn 37 – 47), tem muito a ensinar à sociedade de hoje, principalmente sobre planejamento.

Nem pobreza, nem riqueza

“Dá-me alimento suficiente para viver – nem muito nem pouco. Se tiver muito, posso pensar que dependo só de mim e dizer:‘Quem precisa de Deus?’. Se tiver pouco, posso vir a roubar e assim desonrar o nome do meu Deus” – Pv 30:8-9.

O equilíbrio financeiro ensinado na Bíblia, principalmente no livro de Provérbios, desmonta qualquer falsa teoria de prosperidade ou fixação por votos de pobreza. Ter uma vida equilibrada, principalmente nessa área, é o ideal, segundo a Palavra de Deus, para se ter um lar em harmonia.

Submeter toda e qualquer decisão ao Senhor e habituar-se a viver o “é melhor dar do que receber” pode operar verdadeiros milagres. Como tem experimentado a família Brito, de Cariacica. O casal e os dois filhos aprenderam o que é viver na dependência de Deus, principalmente na área de finanças. “Quando realmente o Senhor for introduzido em nossa vida financeira, aí sim não haverá mais brigas e frustrações. Pelo contrário, haverá equilíbrio e paz em cada lar. Acredito que o grande lance é aprender a contentar-se com o que se tem, como ensinou o apóstolo Paulo”, disse a  missionária Eliane Brito, que congrega na Primeira Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Campo Grande, em Cariacica.

E é, de fato, do apóstolo Paulo que vem o exemplo para se ter um coração grato, mesmo em tempos de crise: “Já aprendi a estar contente, a despeito das circunstâncias. Fico satisfeito com muito ou com pouco. Encontrei a receita para estar alegre, com fome ou alimentado, com as mãos cheias ou com as mãos vazias.  Onde eu estiver e com o que tiver, posso fazer qualquer coisa por meio daquele que faz de mim o que sou” (Fp 4: 10-14).

A matéria acima é uma republicação da Revista Comunhão. Fatos, comentários e opiniões contidos no texto se referem à época em que a matéria foi escrita.

Matéria anterior O Deus que salva
Próxima MatériaMorre pastor Deodor Taets
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Mirna Borges: Finanças, planejamento e controle

Uma das principais influenciadoras de finanças no Brasil, Mirna Borges, dá dicas de como sair do vermelho, acertar as contas e ter uma vida mais próspera com o dinheiro, através de princípios bíblicos. Confira!

Rodolfo Abrantes canta “Temos Tempo”

Além de um clipe no Youtube, canção, que tem autoria de Rodolfo Abrantes, está disponível em todas as plataformas de música

Fé contra a covid-19

Em Cariacica (ES), a vida de um pastor, que está na batalha contra a covid-19 há 22 dias, estimulou um grupo de evangélicos a orar em frente ao hospital. Saiba mais!

Cerca de 11,2 milhões de famílias endividadas nas capitais

Considerando como endividadas todas as famílias que precisaram recorrer a algum crédito a prazo para compensar pagamentos imediatos à vista

Anderson Freire e Elaine Martins em Humilde Rei

Foi a primeira vez que os cantores gravaram juntos

Wilson Witzel é batizado em igreja evangélica

O batismo ocorreu um dia antes de Witzel protocolar sua defesa no tribunal misto, que julga o processo de impeachment dele. Saiba mais!

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Conferência Paixão pela Juventude 2020

Realizado pela Juventude Batista Brasileira, evento será online e acontece em duas datas. A primeira será neste sábado, 28, e a segunda, dia 5 de dezembro. Saiba mais!

Miniconferência on-line: “Fé e Ciência para Corpos e Mentes”

Cientistas cristãos brasileiros respondem questões de fé e ciência para corpos e mentes. Tema será abordado na mini Conferência online. Saiba mais!

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 
- Publicidade -

Plugue-se

Novo álbum musical do Missionário R. R. Soares

O álbum "Em O nome de Jesus", com 12  músicas inéditas, foi lançado depois de cinco anos. Primeiro single do projeto está disponível em todas as plataformas e Youtube

Wilson Witzel é batizado em igreja evangélica

O batismo ocorreu um dia antes de Witzel protocolar sua defesa no tribunal misto, que julga o processo de impeachment dele. Saiba mais!

3 palavrinhas é indicado ao premio Gerando Salvação

Na categoria “Projeto Infantil”, o 3 palavrinhas, que é considerado o maior canal infantil gospel do mundo, concorre ao lado de Aline Barros e outras estrelas do segmento. Saiba mais!

Saiba mais sobre o cristianismo em alguns livros

No Dia do Evangélico Comunhão selecionou 10 livros para estudar e conhecer mais sobre o cristianismo. Saiba mais!