22.1 C
Vitória
quinta-feira, 2 julho, 2020

Fim das internações psiquiátricas longas no Espírito Santo

Mais lidas

Informais foram os mais afetados pela pandemia, revela Ipea

Por conta dos impactos causados pelo novo coronavírus, em maio, o grupo de informais recebeu em média 60% do que era esperado

Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial

Prazo para novos cadastros termina nesta quinta às 23h59. Saiba mais! 

MEC define protocolo de segurança para volta às aulas

Cronograma das atividades deve ser orientado pelo governo local. Saiba mais! 

Brasil chega a 60 mil mortes por covid-19

O país soma 1.488.753 casos acumulados da doença. Saiba mais! 

O Governo do Estado encerrou o vínculo que possuía com a Clínica Santa Isabel, de Cachoeiro de Itapemirim, colocando fim às internações psiquiátricas de longa permanência na rede pública de saúde do Espírito Santo. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) transferiu os 21 pacientes, que ainda estavam na clínica, para três novas residências terapêuticas em Cariacica, abertas exclusivamente para recebê-los.

“Quando assumimos a gestão, iniciamos este processo. Em janeiro de 2015, a Clínica abrigava 360 pacientes pelo SUS (Sistema Único de Saúde), e hoje não temos mais nenhum paciente. É um marco histórico, mais um passo que estamos dando dentro da lógica da Política Nacional de Saúde Mental”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira.
Esse trabalho contou com o apoio da Superintendência Regional Sul e da Área Técnica de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas da Sesa, da qual faz parte o psiquiatra, Zanandré Avancini de Oliveira, que explicou ser este um momento importante, pois coloca o Espírito Santo em condições de avançar na discussão sobre saúde mental e nas articulações para a construção de uma rede de assistência alinhada à Política Nacional de Saúde Mental.
“Isto é uma vitória. Agora, internação somente nos casos em que o paciente estiver em crise e por períodos curtos, não mais tratamentos que promovam a exclusão social”, explicou Zanandré.
Segundo o psiquiatra, a Sesa já possuía 15 residências terapêuticas na Grande Vitória e abriu mais três para abrigar os últimos pacientes retirados da Clínica Santa Isabel. Foram abertas duas residências tipo I, uma masculina e outra feminina, para quem tem certa autonomia; e uma residência tipo II, mista, para pessoas com maior dependência de cuidados, a exemplo de cadeirantes e pacientes que apresentam quadro psiquiátrico regredido, necessitando de auxílio para tomar banho e se alimentar, por exemplo.

Residência terapêutica x hospital psiquiátrico
Diferentemente dos hospitais psiquiátricos, onde após anos de internação o paciente se torna morador pelas circunstâncias – na maioria das vezes por ser abandonado pela família –, as residências terapêuticas são moradias, de fato, e foram criadas para acolher pacientes que passaram dois anos ou mais internados e já não possuem vínculo familiar.
Nas residências, que contam com cuidadores, os pacientes não estão internados. Delas, eles podem e devem sair, quando possível, para ir a consultas médicas e para participar de atividades terapêuticas nos serviços de saúde locais, como os Centros de Atenção Psicossocial (Caps).
Para internação de curta permanência, Zanandré ressaltou que o Espírito Santo conta, agora, com 35 leitos no Centro de Atendimento Psiquiátrico Dr. Aristides Alexandre Campos (CAPAAC), em Cachoeiro de Itapemirim; e 40 leitos no Hospital Estadual de Atenção Clínica (HEAC), em Cariacica. Além desses, há outros 12 leitos credenciados, no Sul do Estado, em hospitais filantrópicos e em um hospital da rede estadual. Desses leitos, localizados em Castelo, Mimoso do Sul e São José do Calçado, quatro já estão disponíveis.
A porta de entrada para o tratamento psiquiátrico é a Unidade Básica de Saúde. A maioria destes pacientes deve ser acompanhada pelas unidades de saúde municipais. Os casos graves são encaminhados para o Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS), que é uma instituição destinada a acolher pacientes com transtornos mentais, estimular sua integração social e familiar e apoiá-los em suas iniciativas de busca da autonomia, oferecendo-lhes atendimento médico e psicossocial.
 

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

Kemuel e o fenômeno da música “Algo Novo”

Com quase cinco milhões de vies no Youtube, "Algo Novo", tem impactado a vida de muita gente e diversos testemunhos de cura 

“Quando o sol se põe” estreia dia 22, na Netflix

Filme é uma boa opção para todas as pessoas, independente da religião. Entre os atores de “Quando o Sol se Põe” estão a cantora Priscilla Alcantara, Lu Alone, Filipe Lancaster e Lito Atalaia

Denzel Washington e seu encontro sobrenatural com o Espírito Santo

O ator é bem conhecido por interpretar o papel de Malcolm X - um filme biográfico relacionado às atuais tensões raciais nos Estados Unidos e o Livro de Eli

Petição pede cancelamento de filme que descreve Jesus como lésbica

A petição, que já conta com mais de 137 mil assinaturas, é da Comissão Cristã de Cinema e Televisão internacional