24 C
Vitória
terça-feira, 7 abril, 2020

Fevereiro Laranja acende o alerta para a Leucemia

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

PIB da China deve ter no 1º trimestre a primeira queda em 40 anos, diz estudo

O Produto Interno Bruto (PIB) da China deverá registrar no primeiro trimestre a sua primeira queda em quarenta anos, mostra o estudo "Perspectivas do Desenvolvimento Econômico Chinês pós-Covid-19 e impactos para a economia brasileira"

Plataforma Inteligente no combate ao coronavírus no ES

O Centro de Comando e Controle para Ações e Prevenção ao Coronavírus no Estado do Espírito Santo lançou uma Plataforma Inteligente contra a Covid-19. Saiba mais!

Rainha Elizabeth II: “dias melhores virão”

Em 68 anos de reinado este foi o quinto discurso realizado por Elizabeth II, que destacou o esforço dos profissionais do sistema público de saúde na luta contra o covid-19

Igrejas de Cuba terão espaço na televisão nacional

Os evangélicos cubanos de diferentes denominações haviam compartilhado através das redes sociais um pedido dirigido ao Instituto Cubano de Rádio e Televisão (ICRT) , para incluir conteúdo cristão em sua programação regular.

Uma forma de combate eficaz é o diagnóstico precoce, por meio da realização de exames anuais, em especial o hemograma.

O segundo mês do ano marca o período de conscientização sobre a leucemia, com ações que visam o combate à doença. Fevereiro Laranja, como é conhecido, marca o mês de combate a um tipo de câncer sanguíneo.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) indicam que as estimativas de novos casos são de 10.800, sendo 5.940 homens e 4.860 mulheres (2018 – INCA).

A leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos. Uma das principais características é o acúmulo de células doentes na medula óssea, onde as células de sangue são formadas.

Entre os 12 tipos de manifestação dessa enfermidade estão a leucemia mieloide aguda (LMA), leucemia mieloide crônica (LMC), leucemia linfocítica aguda (LLA) e leucemia linfocítica crônica (CLL).

“As leucemias podem ser se agudas ou crônicas, ambas podendo ser linfoide ou mieloide, dependendo do tipo de glóbulos brancos. As agudas são as mais graves e necessitam de quimioterapia com urgência. As leucemias crônicas podem né precisar de tratamento como a leucemia linfoide crônica. A leucemia mieloide crônica é tratada com medicamento oral”, explicou a médica Carla Maria Boquimpani, hematologista do Centro de Excelência Oncológica, no Rio de Janeiro.

Existem diferentes sintomas para quem contrair a doença. Como parte dos indícios da leucemia aguda, o paciente se sente mal, podendo sentir fraqueza, sangramento e vômito. Já o caso crônico pode permanecer assintomático durante muito tempo.

Uma forma de combate eficaz é o diagnóstico precoce, por meio da realização de exames anuais, em especial o hemograma.

Tratamento

A Leucemia mielóide crônica (LMC) requer tratamento até o fim da vida. O tratamento da leucemia aguda dura em torno dois anos, dependendo do tipo de melhor prognóstico.

Se o caso for de risco alto, será preciso fazer transplante. O acompanhamento do paciente apos remissão da leucemia aguda deve ser até pelo menos cinco anos. O acompanhamento da leucemia crônica não tem fim.

Uma vez que a doença esteja sob controle, ela passará a ser controlada com medicamentos ou apenas sendo acompanhada sem critérios para tratamento.

A Leucemia crônica não tem cura. A aguda sim. Dependendo do tratamento, é possível que haja consequências ou sequelas, mais são muito específicas.

Cuidados

No dia a dia, o paciente necessita de cuidados, além do tratamento. A quimioterapia reduz a imunidade do paciente e, por isso, a recomendação é que ele evite lugares públicos, principalmente se tiver leucemia aguda.

A crônica não demanda muitas restrições. Após a cura, a vida pode voltar a ser completamente normal para quem enfrentou uma leucemia crônica.


Leia mais

Os desafios do câncer no Brasil
Mortes de crianças por câncer diminuem 13% em 10 anos
Os tipos de câncer relacionados ao trabalho

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Live: “As perguntas cruciais a serem respondidas na crise”

Um dos 25 melhores CEO’s dos EUA, Craig Groeschel fará nesta quinta-feira (02), às 10h30, uma Live exclusiva para o Brasil com tradução simultânea

Vigília online ‘Há uma Luz’: um clamor contra o covid-19

Para levar paz e esperança à população afetada pela pandemia global da Covid-19, a plataforma cristã, InChurch, organizou a vigília online “Há uma Luz” nesta quarta (1º).

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Vencendo o medo é tema de campanha da SBB

Nesses tempos difíceis que o Brasil e o Mundo têm enfrentado, a Sociedade Bíblica do brasil quer levar Esperança às pessoas. Por isso, foi lançada a campanha de evangelização "Vencendo o Medo", com o objetivo de compartilhar a Palavra de Esperança.

Danilo Franco traz o pop pentecostal em “Confio em Deus”

Em tempos de isolamento social, a mensagem da canção "Confio em Deus", de Danilo Franco, pode fazer grande diferença na vida de milhares de pessoas. 

Serginho, do Roupa Nova, em projeto gospel

Conhecido por integrar um dos maiores grupos musicais do Brasil, o Roupa Nova, Serginho agora lança "releituras", um projeto com louvores consagrados do meio evangélico

“Me aproximei mais de Deus”, desabafa Yudi Tamashiro

Chorando muito, Yudi Tamashiro contou que a doença foi descoberta há dois meses. Mas só esta semana foi confirmado que o tumor é maligno. Então ele fez um desabafo.